Cotidiano

Jovem manda áudio para irmã antes de ser morto a facadas no DF

Gerson Victor Ferreira de Lima, de 16 anos, havia sido alvo de tiros antes de mandar o áudio e estava ferido. Jovem acreditava que os três tiros teriam o atingido de raspão

diario da manha
Reprodução/Redes Sociais

O adolescente, Gerson Victor Ferreira de Lima, de 16 anos, morto na manhã do último domingo (25/10) após ser alvo de tiros e facadas na região administrativa do Itapoã, chegou a enviar áudios para a irmã, contando que haviam tentado matar ele. Na mensagem Gerson diz ofegante que havia sido ferido com ao menos três disparos, todos de raspão.

“Os caras acabaram de tentar me matar aqui. Deram três tiros, com pena nenhuma. Empenhados”, disse o rapaz no áudio enviado.

Após alguns minutos depois que Gerson mandou a mensagem para a família, ele foi encontrado morto. Havia marcas de facadas no corpo do jovem. O áudio também foi enviado para a namorada do jovem, ele acreditava ter escapado da emboscada e que os três tiros teriam o atingido de raspão nas costas.

Em outra mensagem ele diz: “Os caras acabou (sic) de tentar me matar aqui”, contou o jovem, já ferido. “Passei pela morte, parceiro!”, prosseguiu. Já no final do áudio Gerson pede que alguém vá ajudá-lo: “Se achar algum carro para vir aqui me resgatar aqui, velho. Tô na mal, na mal, na mal”, e então não responde mais. O celular foi encontrado a 300 metros do corpo.

Suspeitos são filmados em fuga

As imagens de dois homens suspeitos do crime foram divulgadas pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), eles foram flagrados por câmeras de segurança próximo ao local. Em depoimento, e após verem as imagens, tanto a namorada quanto a irmã de Gerson reconheceram um dos suspeitos, o que empurra a bicicleta, como “Didi”.

O caso está sendo investigado pela 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá).

Comentários