Política & Justiça

MPF e PF cumprem mandados para investigar atos antidemocráticos

As investigações buscam provas do financiamento e de atos antidemocráticos realizados nos últimos meses no país

diario da manha

O Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal cumprem mandados de busca e apreensão, na manhã desta terça-feira (16), a 21 pessoas relacionadas a organização de atos antidemocráticos. As investigações buscam provas do financiamento e de atos realizados nos últimos meses no país.

Com os suspeitos, foram ligados sinais de relação com a prática de manifestações de atos antidemocráticos. Nelas, foram solicitadas medidas como o fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF).

Um linha de verificação é que os investigados atuaram com agentes públicos que se beneficiaram de foro no Supremo Tribunal Federal (STF). Eles teriam financiado e organizado movimentos que se enquadram em práticas caracterizadas como crime pela Lei de Segurança Nacional (7.170/1983).

Entre os objetivos das medidas cautelares está uma pessoa com foro na Suprema Corte. O ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinou as medidas no Inquérito 4.828, instaurado em 20 de abril, a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Nesse inquérito, o ministro atendeu a solicitação do vice-procurador-geral da República. Foi estabelecida a prisão temporária de seis pessoas, líderes do movimento “Os 300 do Brasil“, por cinco dias. O cumprimento das ordens judiciais ocorreu na última segunda (15).

Comentários