Brasil

Falta oxigênio em hospitais de Manaus

Médicos estão levando cilindros de oxigênio em seus carros para o hospital, e familiares tentando comprar o insumo para salvar os parentes internados

diario da manha
Foto: Reprodução/G1

Além de sofrer com o número de casos de Covid-19, o aumento do número de mortes pela doença, em Manaus está faltando oxigênio em unidades de saúde.

A denúncia foi feita pela aposentada Solange Batista, que tem uma irmã internada no Hospital Universitário Getúlio Vargas na capital do Amazonas. De acordo com Solange a irmã seria transferida nesta quinta-feira (14) para uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas a transferência não ocorreu, devido a falta de oxigênio na unidade.

Conforme publicado pelo G1, a capital do Amazonas passa por uma crise de abastecimento de oxigênio, devido ao número de internações provocadas pela Covid-19 nos hospitais do estado.

De acordo com as informações a empresa responsável por abastecer Manaus está com dificuldades de produção desde a semana passada e o segundo o governo do estado, o oxigênio para reabastecer o sistema de saúde estão vindo de outros estados em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB).

Após a denúncia de que estava faltando oxigênio na unidade de saúde, o que se viu foram cenas de desespero, em função das dificuldades enfrentadas com o sistema de saúde em colapso em Manaus. O periódico informou que médico estavam transportando cilindros de oxigênio em seus carros para o hospital e familiares tentando comprar o insumo.

O hospital por sua vez informou em nota que tem conhecimento da falta do insumo, e que há um contrato em vigor para o fornecimento do oxigênio, porém não há insumos suficientes para atender a demanda.

Comentários