Goiânia

Jovem denuncia que foi agredido com socos por cantor sertanejo em Goiânia

Jovem foi atingido no rosto e ficou com um corte abaixo do olho por causa do óculos. O caso é investigado como lesão corporal leve

diario da manha
Gael Silvério disse que levou socos no rosto em briga com cantor sertanejo em Goiânia — Foto: Gael Silvério/Arquivo Pessoal

Um rapaz de 23 anos denuncia que foi agredido com socos pelo cantor sertanejo Mateus Castro, da dupla goiana Théo e Mateus, em um posto de combustíveis de Goiânia. O técnico em informática Gael Silvério de Sousa, relatou que o músico o atingiu com dois golpes no rosto. Ele ficou com um corte abaixo do olho por causa do óculos.

Segundo Gael, o caso aconteceu no dia 12 de abril, mas ele só registrou um boletim de ocorrência no dia seguinte. Ele passou por exame de corpo de delito para dar andamento a investigação.

Dupla Théo (esquerda) e Mateus (direita), Goiânia — Foto: Reprodução/Youtube

O técnico em informática contou que na noite da agressão estava bebendo com amigos na conveniência de um posto de combustíveis da Avenida Jamel Cecílio. De acordo com ele, o cantor teria chegado depois ao local com um amigo e uma amiga.

Ao G1, o rapaz disse que o grupo se aproximou deles e começou a conversar com pessoas que estavam do lado deles. Gael contou que o músico escorou a bebida e a pizza no carro do amigo, que chamou a atenção do músico por estar sujando o veículo.

Mateus Castro então teria se irritado depois que o amigo pediu novamente que o cantor tirasse a pizza do carro. Gael conta que o cantor avançou contra o grupo de amigos dele e começou a xingar. Gael disse que entrou na confusão e pediu que ele não ofendesse o amigo.

Ele relata que ao tentar defender o amigo o cantor partiu para cima dele e o agrediu com um soco no olho. Por conta do golpe, o jovem disse que caiu no chão e bateu a cabeça numa barra de ferro do estacionamento. Ele contou ainda que conseguiu levar, mas ainda tonto, recebeu mais um soco no rosto e caiu novamente no chão.

O caso é investigado pelo delegado Breynner Vasconcelos como lesão corporal leve, mas que isso será confirmado apenas com os laudos das agressões sofridas. Câmeras de segurança do posto de combustíveis devem ser solicitadas para ajudar na apuração.

*Com informações do G1.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe DM Online www.dm.com.br pelo WhatsApp (62) 98322-6262 ou entre em contato pelo (62) 3267-1000.

Leia também:

Comentários