Tech

Após protesto, Instagram atualiza política para fotos com exibição de seios

A mudança foi divulgada após uma campanha contra censura de fotografias de mulheres gordas na plataforma

diario da manha
Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (28), o Instagram fez uma atualização em sua política sobre exibição de seios femininos nus. A alteração ocorreu após a influenciadora digital plus size, Nyome Nicholas-Williams, do Reino Unido, iniciar um protesto devido a exclusão de suas fotos.

A partir de agora, a rede social não irá mais remover imagens com seios femininos nus caso a pessoa abrace, acaricie ou segure os seios. De acordo com a companhia, “se houver dúvidas sobre o conteúdo”, a instrução é para que os revisores de conteúdo não o removam.

Nyome Nicholas-Williams, promoveu um abaixo-assinado com mais de 22 mil assinaturas. Segundo a influenciadora, fotos de mulheres magras semelhantes as que foram removidas de seu perfil não eram derrubadas. A hashtag utilizada por Nyome #iwanttoseenyome, também gerou repercussão nas redes.

Por sua vez, o Instagram reconheceu que a política poderia induzir a erros. “Estamos atualizando nossas políticas para evitar que imagens de corpos gordos e maiores sejam removidas erroneamente”.

De acordo com empresa, publicações com seios costumam ser comumente associadas a conteúdo pornográfico. No entanto afirma que fotografias que mostrem “movimento de agarrar com os dedos dobrados e onde há uma clara alteração no formato dos mesmos” ainda violam as regras e estão proibidas.

Após a mudança, a influenciadora que motivou a revisão de algumas políticas em publicações de nudez, comemorou com um post:

Foto: Reprodução/Instagram

*Com informações do G1.

Comentários