Saúde

Profissionais do Hugo fazem curso de manejo com o paciente

Como forma de reafirmar o compromisso de hospital-escola, o Hugo promove com rotina os cursos aos profissionais, que precisam sempre estar atualizados quanto às tecnologias do mercado da saúde

diario da manha

Profissionais do Hospital de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) são capacitados com o Curso Teórico-Prático de Tratamento de Feridas e Coberturas. Objetivo é atualizar os colaboradores quanto às novidades existentes no mercado da saúde. O Hugo é um dos hospitais que mais faz cirurgias em pacientes no Estado de Goiás, e sempre estar atualizado quanto aos materiais e as melhores formas de lidar com uma ferida cirúrgica, por exemplo, é fundamental.

“A equipe de enfermagem é responsável pela avaliação e indicação do tratamento mais adequado para cada tipo de lesão que o paciente apresente. O mercado oferece muitos tipos de produtos e tecnologias diferentes que auxiliam os profissionais com essas feridas”, explica a mestra em enfermagem e coordenadora de Unidade de Terapia Intensiva do Hugo, Caroline Marinho de Araújo. Para ela, manter os profissionais sempre atualizados é a melhor maneira que a unidade tem de fornecer o tratamento mais atual e adequado para cada situação.

O Hugo sempre busca atualizar os profissionais quanto aos produtos, ferramentas e tratamentos novos que surgem, e o Curso Teórico-Prático de Tratamento de Feridas e Coberturas chega neste momento, em que o mundo inteiro passa por uma pandemia, e quem está na linha de frente deve sempre se manter atualizado. “Muitos profissionais não têm acesso a essas novidades na assistência. Então, percebemos quais os fatores que interferem na escolha do melhor curativo, quanto na cicatrização dessas feridas desses pacientes”, completa a Enf. Ms. Caroline Marinho.

O curso tem duração de dez horas-aula e é dividido em quatro módulos, com informações introdutórias, tratamento, coberturas e, para finalizar, a prática, com profissionais enfermeiros que atuam diretamente com pacientes em que há necessidade de curativos.

Comentários