Aparecida de Goiânia

HMAP oferece tratamento de primeiro mundo para pacientes com Covid-19

Hospital realiza videoconferência diariamente com profissionais do Hospital Sírio-libanês para orientações no tratamento de pacientes

diario da manha

O Hospital Municipal de Aparecida de Goiânia (HMAP) oferece aos seus pacientes com Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus, internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) um tratamento compatível com hospitais de grandes centros, como o Hospital Sírio-Libanês (HSL)

A unidade de saúde, que tem apenas um ano e meio de funcionamento, já é referência no tratamento humanizado que proporciona aos seus pacientes, agora se torna também uma referência no atendimento a pacientes com diagnóstico positivo para Covid-19. A equipe médica das UTIs do hospital realiza diariamente videoconferência com especialistas do HSL para orientações no tratamento dos pacientes.

A iniciativa consiste em visitas diárias “beira-leito” à distância. É realizada via chamada de vídeo, em tempo real, de um profissional médico intensivista do Sírio-Libanês para debater e orientar a equipe da unidade no atendimento a esses casos.  A parceria com o Sírio-libanês foi firmada no mês de maio, e a partir de então todos os pacientes das UTIs do HMAP com a Covid-19  recebem o tratamento orientado pela equipe médica do HSL.

Para o médico intensivista Igor Capeletti Ferreira, a parceria é positiva. “Nós temos um protocolo das UTIs e seguimos também o protocolo do hospital, porém com a visita do HSL nós abrimos um leque para dar seguimento na parte clínica que eles têm conhecimento, e também da experiência deles com outras unidades de saúde. O HSL ajusta a visita para nossa realidade”, explica.

O médico afirma que toda troca de conhecimento e toda informação que venha para somar é essencial. “Melhorou para o nosso hospital, pois é importante difundir conhecimento em uma época de pandemia. Manter essa parceria é importante, pois HSL é uma potência em medicina no Brasil. Os nossos pacientes da UTI recebem atendimento compatível com o de hospitais dos grandes centros. O HMAP está se tornando uma referência no tratamento da Covid-19, o número de pacientes tem aumentado e a rede busca atender cada vez mais pacientes da melhor forma. Esse auxílio do Sírio nas condutas, com certeza é um diferencial”, revela Igor Capeletti.

De acordo com o diretor técnico do HMAP, Sérgio Vêncio a proposta é fantástica. “A Covid-19 é uma doença que todo mundo está aprendendo. E os profissionais do Sírio estão na frente da gente, pois em São Paulo já ocorreu o pico da doença. O que nós estamos vivenciando agora com o aumento do número de casos, eles já vivenciaram. Eles puderam aprender na prática, no dia a dia e estão trazendo esse aprendizado para gente”, ressalta.

Sérgio Vêncio reitera que o diferencial do HMAP é a avaliação individual. “Nós acreditamos que cada paciente precisa receber um tratamento que adeque os recursos disponíveis com o caso dele, e nesse aspecto temos apoio do HSL. Não há dúvidas que o HMAP se tornou referência no tratamento da Covid-19. Nós possuímos profissionais capacitados, equipamentos modernos, não há falta de equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e de medicamentos e para completar temos a videoconferência com médicos especialistas do HSL que contribui no tratamento dos pacientes”, finaliza.

tags:

Comentários