Rio Verde

Em Rio Verde mulher é presa dirigindo bêbada, bater em caminhão e cometer injúria racial contra motorista

Após o ocorrido, a PM disse que condutora desceu do veículo, começou a xingar o caminhoneiro de "negro desgraçado" e até o ameaçou de morte

diario da manha
Picape bate na traseira de caminhão estacionado. Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Na noite da última terça-feira (20), uma mulher foi presa suspeita de dirigir bêbada, bater contra um caminhão que estava estacionado e cometer injúria racial contra o motorista do caminhão, em Rio Verde, Sudoeste de Goiás. Além de alcoolizada, dentro do veículo a Polícia Militar encontrou uma arma de fogo carregada de munições.

A prisão aconteceu logo após a mulher bater a picape que dirigia na traseira de um caminhão que estava estacionado. De acordo com a Polícia Militar, em conversa com o motorista do caminhão, ele relatou que que a mulher estava descontrolada e visivelmente bêbada e que, por isso, ela não conseguiu frear e bateu contra o caminhão dele.

Após o ocorrido, a PM disse que condutora desceu do veículo, começou a xingar o caminhoneiro de “negro desgraçado” e até o ameaçou de morte. Ainda segundo a polícia, o homem contou ainda que ela o empurrou e que, após isso, ele revidou com um tapa.

Segundo informações da Polícia Militar, mesmo após ser presa, a mulher continuou descontrolada e ofendendo o motorista. A arma que estava em seu veículo foi apreendida.

Arma de fogo encontrada no veículo da mulher suspeita. Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A suspeita foi levada para uma delegacia de Rio Verde. Conforme a Polícia Civil, a mulher permanece presa na tarde desta quarta-feira (21) e é investigada por ameaça, embriaguez ao volante, injúria racial e porte ilegal de arma de fogo.

*Com informações G1 Goiás

Comentários