Política & Justiça

Renan Calheiros pede prisão do ex-secretário Fabio Wajngarten

O ápice de tensão gerada pelas respostas do publicitário ocorreu no momento em que o relator, Renan Calheiros (MDB-AL), pediu uma espécie de acareação para verificar se havia ou não brecha para solicitar a prisão do depoente

diario da manha
Foto: Leopoldo Silva/Agencia Senado

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid-19, pediu nesta quarta-feira (12) a prisão de Fábio Wajngarten, ex-secretário especial de Comunicação da Presidência. O parlamentar disse que Wajngarten mentiu diversas vezes em seu depoimento e ainda utilizou a expressão “espetáculo de mentiras

”O espetáculo de mentira é algo que não vai se repetir e não pode servir de precedente”, afirmou Renan. O pedido de prisão também foi feito pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES), que é professor de direito penal.

O senador fez a afirmação após Wajngarten negou a autorização para veicular a campanha “O Brasil não pode parar“. Renan, então, mostrou as postagens oficiais feita pelo governo.

Outra mentira apontada por Renan Calheiros foi o depoimento à revista “Veja” em que Wajngarten afirma que o Ministério da Saúde foi incompetente na compra de vacinas.

”Vossa excelência mente. Mentiu diante dos áudios publicados, mentiu por ter mudado a versão da entrevista que deu e continua mentindo. É evidente que a decisão é do presidente da comissão. Mas esse é o primeiro caso de alguém que vem à CPI e em desprestígio da verdade e do Congrssso e da representação política, mente ”, disse Calheiros.

Renan ainda acrescenta, ”O presidente pode decidir diferentemente. Mas eu vou pedir a prisão de vossa senhoria. É um espetáculo de mantira que não pode servir de precedentes”,

Comentários