Política & Justiça

Mensagens da ex-assessora de Flávio Bolsonaro são divulgadas

Fantástico divulga trocas de mensagens e detalhes do depoimento da ex-assessora de Flávio Bolsonaro sobre esquema das rachadinhas

diario da manha
Foto: Reprodução

No último domingo (8), no programa Fantástico exibido pela rede Globo, foram divulgadas trocas de mensagens da ex-assessora do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), Luiza Sousa Paes, sobre o caso Queiroz e a investigação do envolvimento do filho de Bolsonaro em crimes de peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

As mensagens de texto foram enviadas pela ex-assessora ao seu pai em dezembro de 2018 e monstram a preocupação de ambos com as divulgações sobre a investigação. “Agora deu ruim”, dizia um trecho de uma das mensagens mostradas no programa.

Luiza Sousa prestou depoimento ao Ministério Público e pode ter sido uma ‘peça chave’ para que Flávio Bolsonaro fosse denunciado pelo MP.

De acordo com Fantástico, as mensagens foram extraídas de documentos do Ministério Publico (MP). Em uma delas, conforme o programa, a ex-assessora questiona o que fazer com os recibos de depósitos feitos à Fabrício Queiroz para o pai.

Na época (2018), Luiza já era alvo das investigações. Seu pai escreveu orientando que a filha não comparecesse ao chamado da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). “Eles querem pegar um ‘bucha'”.

Já em 2028, quando a Justiça quebrou o sigilo de contas bancárias de pessoas ligadas ao senador, Luiza escreveu ao pai que o seu provavelmente também estava entre os envolvidos. Em resposta, o pai disse “estragou o meu dia isso”.

Depoimento da ex-assessora

Durante seu depoimento, a ex-assessora teria dito que repassava 90% de seu salário na Alerj para Queiroz e que não atuou como funcionária do filho do presidente da República enquanto ele era deputado estadual do Rio de Janeiro, segundo O Globo.

Além disso, extratos bancários mostrados por ela indicam um desvio de R$ 160 mil, de acordo com a publicação.

As investigações do MP indicam que Queiroz recebeu ao menos, R$ 155 mil de Luiza através de depósitos. O valor é referente a devoluções que ela fazia do seu salário já que não havia tarefas para ela desenvolver como assessora – cargo que conseguiu à pedido do pai que é amigo de Queiroz.

A partir do depoimento dela, o Ministério Público passou a monitorar outros envolvimentos no esquema ilegal. A suspeita é de que outras pessoas tenham ‘devolvido” aproximadamente R$ 878,4 mil a Queiroz.

*Com informações do Uol.

Comentários