Política & Justiça

Em oposição à Bolsonaro, Lula diz que estará disposto a apoiar outro candidato nas eleições de 2022

"Eu estarei disposto a apoiar qualquer candidato que tenha compromisso com o povo trabalhador contra o Bolsonaro. Não precisa ser do PT. Se for um candidato do PDT, do PCdoB, do PSB, do PSOL que estiver na disputa em que o PT não esteja, o PT não terá nenhuma dúvida de apoiar qualquer candidato progressista", destacou o ex-presidente em entrevista à Reuters

diario da manha
Foto: Reprodução

Em entrevista concedida ontem (20) à agência Reuters o ex-presidente Lula declarou que estará disposto a apoiar candidato de outras legendas contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas eleições de 2022. Ele também ressaltou que estará ao lado de partidos de esquerda e centro-esquerda nas eleições municipais que ocorrerão em novembro deste ano. As informações são da revista Carta Capital.

“Eu estarei disposto a apoiar qualquer candidato que tenha compromisso com o povo trabalhador contra o Bolsonaro. Não precisa ser do PT. Se for um candidato do PDT, do PCdoB, do PSB, do PSOL que estiver na disputa em que o PT não esteja, o PT não terá nenhuma dúvida de apoiar qualquer candidato progressista”, destacou.

“O Brasil está desgovernado, como um transatlântico em alto mar sem comandante, porque o Bolsonaro só cuida de contar coisas dele com fake news, sem se preocupar em cuidar do Brasil. O papel de um presidente é cuidar de seu povo. Isso significa pensar no emprego, no salário, na saúde, em comer três vezes ao dia”, complementou o ex-presidente.

Conforme a reportagem, Lula criticou a liderança de Bolsonaro à frente da crise econômica e sanitária ocasionada pelo novo coronavírus. Ele também realçou que estará ao lado de partidos de esquerda e centro esquerda nas eleições municipais de novembro, como oposição à Bolsonaro.

De acordo com a matéria, durante a entrevista ex-presidente também apontou: “acabamos com a fome no Brasil e a fome voltou”.

Comentários