Política & Justiça

“É preciso que os candidatos tenham responsabilidade”, diz Lissauer sobre eleições

diario da manha

Em entrevista concedida ao programa Assunto da Vez da TV Sucesso Record de Rio Verde na noite desta quarta-feira, 29, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), falou a respeito de uma série de assuntos relacionados ao município. Entre eles, a realização das eleições municipais deste ano. Durante sua participação ao vivo, o chefe do Parlamento goiano também abordou temas voltados ao enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) no estado e ainda respondeu diversos questionamentos de telespectadores de toda a região Sudoeste, que é representada por ele no Poder Legislativo.

Atento ao avanço da Covid-19 nas cidades goianas, Lissauer manifestou sua preocupação com o pleito eleitoral de 2020, adiado para o mês de novembro por conta da pandemia. De acordo com o parlamentar, o ideal é que as eleições fossem suspensas este ano, mas já que essa medida é juridicamente inviável, o mais correto é buscar, então, um novo formato para a realização das campanhas. Para ele, é preciso que os candidatos tenham responsabilidade neste momento e apostem nas plataformas digitais como ferramenta de divulgação de suas propostas.

“Em minha opinião não deveríamos ter eleições neste ano, mas a legislação não permite. Apesar do pleito eleitoral ter sido adiado, ainda vejo com muita preocupação essa situação, uma vez, que provavelmente não teremos uma vacina até lá. Por isso, é extremamente importante que os candidatos que estão disputando as prefeituras e Câmaras Municipais sejam muito coerentes e responsáveis nesse momento. Vejo que é preciso se reinventar, buscar uma nova maneira de fazer campanha, apostando nas redes sociais e apresentando propostas concretas que sejam, de fato, possíveis de serem realizadas”, afirmou o presidente da Alego.

Ainda neste tema, Lissauer também comentou sobre a disputa eleitoral de Rio Verde. Questionado sobre um possível apoio à pré-candidatura do atual prefeito Paulo do Vale à reeleição, o chefe do Legislativo goiano voltou a afirmar que essa decisão será tomada junto ao governador Ronaldo Caiado. Segundo ele, é preciso “acabar com picuinhas políticas” e trabalhar em harmonia visando, acima de tudo, o progresso do município.

“Nós vivemos um momento especial na política rio-verdense e, portanto, vejo que não podemos conviver com picuinhas políticas que só atrapalham o desenvolvimento da nossa cidade, é preciso acabar com isso. O prefeito Paulo do Vale tem feito um bom trabalho, mas qualquer compromisso com o seu projeto só será decidido após diálogo com o governador Ronaldo Caiado. O importante é caminharmos em harmonia pensando, acima de tudo, em trazer benefícios e melhorias para toda a nossa população”, frisou.

Ao final de sua participação, Lissauer respondeu a uma série de perguntas dos telespectadores. Entre elas, questionamentos relacionados à infraestrutura do município, em especial, à duplicação do perímetro urbano GO-174, a conclusão do Anel Viário de Rio Verde, além da destinação de emendas parlamentares para a cidade. Pautas que segundo ele, são relevantes e merecem ser priorizadas no Legislativo goiano.

“Nós temos trabalhado muito em favor de Rio Verde, principalmente com relação à infraestrutura. No final do ano passado, por exemplo, viabilizamos recursos para reforma de 16 escolas, além de recursos para revitalização da GO-174. Também destinamos emendas importantes para às áreas de saúde. São reinvindicações antigas da nossa população e que merecem, sem dúvidas, serem priorizadas”, concluiu

Comentários