Política & Justiça

Mandetta pode ser demitido ainda hoje por Bolsonaro

Situação após críticas do presidente ao trabalho de Mandetta na gestão da crise do coronavírus gerou desgate entre eles

diario da manha
Foto: Reprodução

O atual ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, deve perder o cargo ainda essa tarde, após uma reunião convocada pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) com os demais ministros.

As informações sobre a exoneração de Mandetta são do jornal O Globo e dão conta que ainda hoje deve ser publicada uma edição extra do Diário Oficial da União (DOU), com a demissão de Mandetta da pasta. O desligamento do atual ministro, ocorre em meio a crise mundial do coronavírus.

A situação entre Bolsonaro e Mandetta já não era das melhores, uma vez que eles defendem posições diferentes sobre o isolamento. Enquanto Mandetta é a favor do isolamento social, Bolsonaro se mostra contrário a medida que adotada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e que tem se mostrado a mais eficaz para conter o avanço do coronavírus.

Caso a demissão de Mandetta se confirme ao final da tarde desta segunda-feira (6/4), o mais cotado para assumir a pasta da saúde é o deputado federal Osmar Terra (MDB-RS), que conforme a publicação almoçou com o presidente na data de hoje, acompanhado de outras autoridades do Governo Federal.

O periódico mostra que o desgate entre o presidente e o atual ministro da saúde se tornou insustentável, após críticas de Bolsonaro sobre a atuação de Mandetta durante o enfrentamento do coronavírus.

Antes da informação sobre a demissão de Mandetta do cargo, no último domingo (5) o presidente aparece em um vídeo falando que a caneta dele trabalha e classifica que algumas pessoas do seu governo “viraram estrela”.

Comentários