Política & Justiça

Justiça retoma investigação sobre 'rachadinha'de Flávio Bolsonaro

Juíza derruba liminar e libera investigação sobre caso de rachadinha de Flávio Bolsonaro

diario da manha

A desembargadora Suimei Meira Cavalieri, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), concedeu nesta segunda-feira (23/3), que sejam retomadas as investigações contra o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ) suspeito de fazer parte de um suposto esquema de “rachadinha” durante o período em que foi deputado estadual no Rio de Janeiro.

A desembargadora anulou uma liminar que havia sido acatada por ela mesma no início do mês interrompendo as investigações, o requerimento partiu da defesa de Flávio Bolsonaro. Com o novo parecer, o Ministério Público estadual terá que reaver as especulações sobre suposta conduta representada no gabinete do político na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

A juíza reconsiderou a decisão pela circunstância de que o TJ-RJ desconsiderou as acusações de que o juiz Flávio Itabaiana Nicolau, da 27ª Vara Criminal, teria cometido irregularidades na condução do processo.

O recurso da defesa de Flávio buscava retirar o caso das mãos do juiz Itabaiana Nicolau. De acordo com a defesa, como o político era deputado estadual à época do suposto crime, o caso deveria ser estudado diretamente pela segunda instância.

Desde o início das apurações, a família Bolsonaro questiona as medidas do juiz Itabaiana Nicolau de como conduz o processo. O magistrado já autorizou 24 mandados de busca e apreensão, quatro quebras de sigilo bancário e 28 quebras de sigilo telefônico.

tags:

Comentários