Política & Justiça

Janaína Paschoal pede renúncia de Bolsonaro

Parlamentar usou tribuna da Alesp para criticar postura do presidente ao aparecer nos protestos do último domingo e afirmou que se arrependeu do seu voto

diario da manha

A deputado estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) usou a tribuna da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), para pedir a renúncia do atual presidente da república Jair Messias Bolsonaro (sem partido) do cargo máximo do país.

O discurso de Janaína ocorreu no momento do pequeno expediente, onde os parlamentares são livres para debater sobre qualquer tema em questão. A parlamentar demonstrou sua indignação, pelo fato de Bolsanaro possivelmente ter sido infectado pelo novo coronavírus e estar em meio as manifestações do último domingo (15/3).

A deputada classificou ainda que quando o governo não tomas as medidas necessárias, os governantes podem responder por homicídio doloso.

“Esse senhor tem que sair da presidência da república, deixa o Mourão que entende de defesa”, explanou a deputada.

A parlamentar segue a fala com questionamentos referente a situação do atual presidente. “Como um homem que está possivelmente infectado vai para o meio da multidão, como faz uma live na quinta-feira pedido para não ter as manifestações vai participar desses mesmos protestos”?

Antes de terminar seu discurso Janaína Paschoal afirma que se arrependeu do seu voto, em função de toda a situação presenciada e do atual presidente ter comparecido em meio aos protestos.

“Eu me arrependi do meu voto! As autoridades tem que se unir e pedir para ele se afastar, pois nós não temos tempo para um processo de impeachment”, declarou a deputado.

Comentários