Política & Justiça

Zacharias Calil pede a retirada do projeto que acaba com cotas para PCD nas empresas

diario da manha

O deputado federal Dr. Zacharias Calil afirmou nesta quinta-feira (05/12) que pedirá ao ministro da Economia, Paulo Guedes, a retirada do Projeto de Lei 6159, que extingue a obrigatoriedade das empresas terem vagas reservadas a pessoas com deficiência. A declaração foi feita durante reunião da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, da Câmara dos Deputados.

Segundo Zacharias Calil, numa reação ao projeto do governo, o ministro foi convidado a comparecer à Comissão de Seguridade Social e Família para prestar esclarecimentos. No entanto, diante da ausência de Paulo Guedes, os parlamentares aprovaram uma convocação. “O ministro vai comparecer, talvez, na próxima semana e vamos questioná-lo sobre essa retirada das cotas, que tanto vai prejudicar as pessoas”, disse.

O deputado federal, que também é médico, ressaltou a importância de garantir o direito já conquistado pelas pessoas com necessidades especiais. “Houve um movimento muito grande por parte da sociedade e nós vamos pedir algumas explicações, porque é inadmissível que a gente ainda retire os direitos, principalmente com tanto sofrimento que essas pessoas têm”, reiterou.

Além disso, Zacharias Calil informou que, em conversa com o presidente da Casa, Rodrigo Maia, é pequena a possibilidade da matéria ser discutida em plenário. “Rodrigo Maia disse que enquanto for o presidente da Câmara a matéria não entrará na pauta para ser discutida em plenário. E nós vamos pedir a retirada desse projeto do ministro Paulo Guedes, do governo federal”, concluiu.

Comentários