Política & Justiça

Juíza manda médico pagar R$ 50 mil a gari que ficou sem mamilos

diario da manha

Em Rio Verde, uma gari de 35 anos que  ficou com os seios deformados após passar por uma cirurgia plástica de redução das mamas. ganha na justiça uma indenização  de R$ 50 mil. O caso aconteceu em 2003 quando a gari, realizou um procedimento estético, que a deixou sem os mamilos. A cirurgia aconteceu no Hospital Evangélico de Rio Verde.

A Gari, que não quis ser identificada, revela que após a cirurgia a vida dela nunca mais foi a mesma. Ela disse que a cirurgia a deixou sem os bicos dos seios, sem as aréolas, com sangramento e dor,  sem possibilidade de amamentação. Com sequelas irreparáveis, a gari disse ter passado por sofrimento, vergonha, depressão e repulsa. Ainda revelou que cinco  meses após a operação o marido a deixou por causa da deformação de seus seios.

No último dia 3 de abril, depois de cinco anos da ação, a juíza Lilia Maria de Souza determinou que o médico que a operou pague R$ 50 mil à paciente e que arque com os custos de uma cirurgia reparadora para a vítima.

A advogada do médico, que pediu para não ter a identidade dela e do cliente divulgadas, disse que não iria se manifestar porque o processo ainda está em fase de recurso e que tramita um pedido para segredo de Justiça. Já a advogada Isabel Cristina Lopes Pavanello, defensora da gari,  disse que a cliente fez a cirurgia não por questões estéticas, mas porque a mulher sofria de gigantomastia bilateral, uma condição que deixa os seios muito grandes e causa dores nas costas

Com a decisão da ação , a gari vibrou ao saber que a Justiça havia decidido a seu favor. Ela contou que pensa em fazer uma nova operação Após cinco noa de sofrimento para reparar os danos causados pela primeira cirurgia.

tags:

Comentários