Política & Justiça

Vereador quer cancelamento de portaria do IMAS que suspende atendimento médico por 90 dias

diario da manha

O vereador de Goiânia, Lucas Kitão (PSL), fez um pedido ao Presidente do Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Municipais (IMAS), Sebastião Peixoto Moura. A consideração de Kitão aconteceu na manhã desta terça-feira (05/06), durante a sessão na Câmara dos Vereadores. Ele defendeu a revogação imediata da portaria nº049/2018.

De acordo com o vereador, esta portaria suspende todas as cirurgias eletivas por um prazo de 90 dias. Ele afirmou que é um absurdo o presidente do IMAS resolver reduzir em 40% as cotas liberadas no sistema de atendimento.

“Uma medida que irá prejudicar sobremaneira os servidores usuários que necessitam de assistência médica.”, explicou. Ele ainda argumentou que a permanência da portaria é um ato que contraria o dispositivo garantido na Constituição Federal.

“O artigo 196 reconhece a saúde com direito de todos e dever do Estado”, disse.

Lucas Kitão aguarda até que o IMAS cancele a portaria e abra um diálogo com os servidores. Caso o cancelamento não aconteça, o vereador contou que irá entrar com mandado de segurança na Justiça para anular a portaria.

Confira o que diz o documento do IMAS:

 

 

(Foto destaque: reprodução)

Comentários