Política & Justiça

Após realizar exames, Sérgio Cabral é transferido para presídio de Curitiba

diario da manha

Foto: Vagner Rosário/VEJA.com

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral chegou no Instituto Médico-Legal de Curitiba de mãos e pés algemados e passou por exames na manhã desta sexta-feira (19/01). Depois dos procedimentos necessários, ele foi encaminhado para o Complexo Médico Penal (CMP), em Pinhais. Anteriormente o político estava na Cadeia Pública José Frederico Marques, no Rio de Janeiro, local em que segundo investigações, estaria recebendo regalias.

A unidade para qual foi transferido é uma penitenciária de regime fechado. A localidade possui finalidades médicas, além de abrigar diversos políticos presos em ações da Operação Lava Jato como o ex-vice-presidente da Câmara, André Vargas, o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

Apesar de ser dia de visitas no CMP, Cabral só pode receber os advogados já que ficará no setor de triagem, onde ficará sozinho sem direito a TV. Após o período, poderá ficar em uma cela com outros presos da Lava Jato.

O ex-governador chegou na capital paranaense na noite desta quinta-feira (18/01), após determinação judicial de transferência pedida pelo Ministério Público Federal do Paraná (MPF-PR).

Na alegação dos procuradores, ele estaria recebendo benefícios irregulares no Rio de Janeiro. Dentre as regalias está a instalação de uma academia e uma videoteca na unidade no bairro de Benfica. Além de estar recebendo visitas fora dos horários estipulados.

A condenação de Cabral aconteceu em Curitiba. A pena é de 14 anos e 6 meses pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O processo ainda está em grau de recurso, no Tribunal Regional da 4° Região.

Comentários