Política & Justiça

PTB quer extinguir pastas, acabar com cargos, cortar altos salários e conchavos

diario da manha
Na foto Deputado Luiz Bittencourt Materia sobre defesa da Celg Editoria de Cidades Local: Jornal DM 24/09/2009 Foto: Leo Iran

Ele quer acabar com o cargos comissionados. Poder público não pode ser cabide de empregos, chuta de primeira. O homem promete extinguir os carros oficiais. Os altos salários sofrerão duros cortes. O número de secretarias cairá de dezenas para seis e apenas seis órgãos auxiliares vão ser mantidos.

Essa é a plataforma do ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás Luiz Bittencourt, um engenheiro civil de 59 anos, especialista em Planejamento e Gestão, que anuncia ao Diário da Manhã a sua pré-candidatura à Prefeitura de Goiânia. Não custa lembrar: as eleições ocorrerão em outubro de 2016.

Um detalhe relevante: o líder trabalhista é aliado do relator do pedido de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff, na Câmara Federal, o deputado ‘linha dura’ Jovair Arantes [PTBGO].

– Defendo uma mudança total na relação entre o governo municipal e o cidadão.

Filho do ex-vice-governador José Luiz Bittencourt, já morto, o gestor público propõe o fim dos conchavos políticos. A receita para evita-los é simples: transparência total, discursa.

bittencourtaspas

Enquanto lê nas horas vagas “Cambiamos – Dia a dia, la campaña de Maurício Macri por dentro”, do argentino Hernán Illa, que aborda a derrota de Cristina Kirchner na terra de ‘los hermanos’, o dirigente informa que estabelecerá parcerias administrativas com o inquilino da Casa Verde, o tucano Marconi Perillo, isso caso ganhe as eleições, assim como tentará celebrar acordos com a União.

– Parcerias-público-privadas para investir nas áreas de Saúde, Educação, Transporte Coletivo, Esportes, Cultura e Lazer, diz.

“A ideia é criar espaços de convivência para o cidadão, repaginar o layout da cidade, Capital do Estado, e introduzir mudanças com qualidade de vida”

– Vamos construir seis centros olímpicos, para a realização de 10 modalidades esportivas, atividades para crianças e adolescentes.

MODERNIDADE 

Plugado na pós-modernidade, Luiz Bittencourt, sempre um bom papo, pretende lançar o programa Goiânia – Estação Cida Interativa, com cursos tecnológicos, internet, biblioteca digital, Wi-Fi. Um centro de convivência contemporâneo, explica.

– Uma praça coberta que poderia abrigar eventos culturais e até feiras de negócios, observa. Com uma estrutura arquitetônica de dar inveja ao eixo Rio-São Paulo, pontua.

O ex-deputado federal, que já exerceu o cargo de professor universitário, elabora um projeto de criação da Universidade Municipal. Com unidades nas múltiplas regiões da metró- pole, sublinha. Para o ofereci8mento de cursos tecnológicos noturnos, insiste.

– A ferramenta da Educação para transformar a realidade social e promover a inclusão dos excluídos, destaca o ex-deputado federal.

O plano de governo contém proposta de criar seis centros de saúde de especialidades, com serviços médicos de pediatria, obstetrícia, oftalmologia, ortopedia, cardiopatia, além de clínica geral.

Como João Gomes [PT], em Anápolis; Jardel Sebba [PSDB], em Catalão; José Gomes [PTB], em Itumbiara; e Maguito Vilela [PMDB], em Aparecida de Goiânia, o rubro-negro Luiz Bittencourt, crescido na tradicional Campininha, diz ao Diário da Manhã que irá auxiliar os clubes de futebol da Capital. O recado é para os dirigentes, conselheiros e torcedores do Vila Nova Futebol Clube, Atlético Goianiense, Goiás Esporte Clube, Goiânia Esporte Clube e até o Monte Cristo, hoje longe da primeira divisão, a elite do futebol goiano.

-Uma parceria que colocará crianças e adolescentes dos bolsões periféricos da capital para treinar nas categorias de base e escolinhas dos times, afastando-os do mundo do crime organizado e do universo do consumo de drogas ilícitas, contribuindo assim para reduzir a violência urbana, atira o trabalhista.

– O futebol tem identidade com o cidadão de Goiânia.

[box title=”VELHO CACIQUE“]

Animado, ele critica o ex-prefeito de Goiânia por três mandatos [1966-1969; 2005-2008; 2009- 2010], ex-governador do Estado de Goiás duas vezes [1983-1985 e 1991-1994], além de vereador, deputado estadual e senador da República, Iris Rezende Machado, o velho cacique do PMDB.

“Um líder político que teve uma trajetória brilhante, mas que não consegue enxergar e compreender a realidade atual. Passou da hora de parar. Essa obsessão obscurece o papel de grande líder que ele protagonizou em Goiás e no Brasil”, alfineta. O peemedebista deve anunciar em junho a sua postulação, constata o Diário da Manhã. Iris Rezende seria o único nome que unificaria o PMDB, hoje.

O engenheiro civil cutuca também o atual prefeito de Goiânia, o médico Paulo de Siqueira Garcia, que assumiu em 2010 e reelegeu-se em 2012.

– Uma administração com alto índice de reprovação popular. A população de Goiânia perdeu a sua autoestima, acredita. A Capital vive um de seus piores momentos em sua história, calcula. Ninguém exalta mais o sentimento de pertencimento à cidade, observa.

O poder público, afirma Luiz Bittencourt, tem que reproduzir o que a sociedade civil quer. Ele promete, caso seja eleito em outubro próximo prefeito de Goiânia, na sucessão de Paulo Garcia, equacionar o caos no trânsito. Mais: melhorar a qualidade dos serviços do transporte coletivo, estabelecer regras eficientes, estimular o cidadão a deixar o carro em casa, criar horários alternados, vias únicas em horários de pico, ondas sincronizadas em semáforos. O engenheiro especialista em planejamento urbano acha viável a criação de uma central de inteligência para monitorar o trânsito e o transporte coletivo.

– Enfim, uma gestão com uma Prefeitura 24 horas.

[/box]

 

Comentários