Política & Justiça

Secretaria da Mulher investiga autor de adesivo pornográfico com a Presidenta

Governo pede punição para autor dos adesivos

diario da manha

O Governo Dilma Rousseff (PT) juntamente com a Secretaria de Políticas para as Mulheres,  quer proibir a venda do material anunciado no Mercado livre e punir o responsável.  Segundo dados do Mercado Livre, o Adesivo, de 60 por 40 cm, foi vendido por Raisa Siqueira, de Recife, que é usuária do site há cinco anos.

A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR) informou nesta quinta-feira (2) que a titular da pasta, Eleonora Menicucci, solicitou na quarta-feira (1º) que o Ministério Público Federal, a Advocacia Geral da União e o Ministério da Justiça investiguem “quem produz, divulga e comercializa adesivos para carros lesivos aos direitos e garantias das mulheres e, em especial, da Presidenta da República.”

“Recebi as denúncias com muita indignação. É intolerável o material que violenta a imagem da Presidenta Dilma. Ele fere a Constituição ao desrespeitar a dignidade de uma cidadã brasileira e da instituição que ela representa, para a qual foi eleita e reeleita democraticamente”, disse Eleonora, em nota.

O adesivo causou polêmica na internet, vários usuários acharam grande falta de respeito com as mulheres e repudiam qualquer tipo de protesto que simula violência sexual.

83783780-2004-11e5-9959-f1079e4a1791_Screen-Shot-2015-07-01-at-12-17-55

 

Comentários