Cotidiano

Prefeito de Nova Glória é denunciado por compra de votos

Carlinho (PP) é acusado de trocar terrenos da prefeitura por apoio político nas eleições do ano passado

diario da manha

O atual prefeito de Nova Glória, Carlos Luiz de Oliveira, o Carlinho (PP), está sendo alvo de denúncia do Ministério Público de Goiás (MP-GO) que, acatada pela Justiça Eleitoral, apurará suposto processo de compra de votos nas eleições de 2020. A audiência está marcada para a próxima quinta-feira (10), sendo que a ação foi proposta pelo Podemos, Partido Republicano da Ordem Social (PROS) e por Werley Leolpoldino, candidato a vereador na cidade.

Na defesa, Carlinho afirma que as denúncias são infundadas e que tudo não passou de “um erro administrativo”. O juiz responsável pelo caso, Cristian Assis, determinou que seis testemunhas dos representantes e investigantes e quatro dos investigados sejam ouvidas na audiência da quinta-feira.

Além do prefeito, também são citados na ação o vice, Wellington de Souza Spineli, e o vereador Valdenei Adriano Domingos, também do PP. De acordo com a denúncia, Carlinho teria doado um imóvel ao dono de uma loja de material de construção em troca de apoio político nas últimas eleições. Os documentos recebidos pelo órgão mostram que tal doação só não foi realizada 2020 devido à legislação eleitoral, mas que o acerto seria concluído em 2021. No processo constam ainda que o prefeito teria oferecido terrenos públicos a outras pessoas e a uma igreja.

Comentários