Opinião

Ensino de excelência

São verdadeiras façanhas, que consolidam a presença de garotos de 14, 15, 16 anos no alto do pódio das principais competições mundiais

diario da manha
Foto: Reprodução

Texto: Denício Trindade

As conquistas internacionais dos times de robótica goianos deste ano, sobretudo a vitória no Aberto de West Virgínia (EUA) por estudantes do ensino médio do Sesi Canaã, que encantaram o mundo com a criação do ‘chiliclete’ – a goma de mascar capaz de atenuar o transtorno alimentar dos astronautas –, são demonstrações inequívocas do acerto na política educacional do Sistema S em Goiás, a qualidade diferenciada do ensino.

São verdadeiras façanhas, que consolidam a presença de garotos de 14, 15, 16 anos no alto do pódio das principais competições mundiais, seja de robótica, de matemática, ciências, engenharia e outras áreas do conhecimento em que o mercado de trabalho apresenta as maiores carências de profissionais com alta qualificação.

Em abril, na esteira dessas relevantes conquistas, acompanhamos a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) anunciar investimentos de cerca de R$ 3 milhões na área de robótica educacional de suas escolas nos próximos três anos. É uma aposta com retorno garantido para a formação de mão de obra de qualidade para a indústria, que mantém as instituições do Sistema S, para assegurar mais competitividade das empresas.

Conheço os cursos, faculdades do Senai, as atividades que são destinadas a qualidade de vida no trabalho, esportes oferecidos pelo Sesi; o amparo ao jovem aprendiz, qualificação para estagiários e inserção ao mercado de trabalho, ofertados pelo IEL, as certificações que são emitidas pelo ICQ Brasil, isso é Sistema S. Os melhores salários, hoje, são oferecidos pela indústria. Ameaças de cortes, por meio do Governo Federal, é demonstração de falta de conhecimento das estruturas econômicas, sociais que atuam no país.

Por isso reafirmo meu posicionamento a favor do Sistema S. Como agente público que prioriza iniciativas para geração de receitas, empregos aos municípios. Eu repudio cortes em instituições que fomentam o crescimento do país. É preciso aplaudir conquistas internacionais como as dos alunos do Sesi Goiás e ações da Federação das Indústrias e do Sistema S ao investir em educação, inovação, mostrando ao Brasil e ao mundo que são causas nobres, que fazem a diferença.

Denício Trindade é vereador de Goiânia pelo Solidariedade

Comentários