Opinião

Goiás, o celeiro do alimento confiável

diario da manha

Em meio à concorrência e a alta competitividade do mercado, o grande desafio das empresas é desenvolver práticas de gestão que visem inovação, qualidade e melhoria contínua de seus processos.

Pensando neste contexto, o Sindicato das Indústrias de Alimentação no Estado de Goiás (Siaeg), presidida pelo amigo e companheiro Sandro Mabel, um empreendedor nato, visionário, aglutinador e apaixonado por Goiás, tem realizado ações em prol do fortalecimento e competitividade da indústria de alimentação, como o Programa Alimento Confiável.

Em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) Universidade de Campinas (Unicamp), Vigilância Sanitária (Estadual e Municipal), Sebrae, Secretaria Estadual de Desenvolvimento (SED) e ICQ Brasil, o Programa foi desenvolvido com o propósito de estimular a qualidade das indústrias da alimentação e atestar o cumprimento de regras de boas práticas de fabricação, instituídas pela legislação sanitária.

As empresas que apresentarem conformidade nas avaliações e auditorias dos processos receberão um selo de Alimento Confiável.

Goiás se destaca na produção de alimentos, setor este que tem sido um dos maiores geradores de emprego, renda e receitas para Goiás, contribuindo com 26,3% do PIB industrial. Entre 2007 e 2013 foi a atividade que mais ganhou participação na indústria goiana e em 2015 foi responsável por 58,42% do total exportado pelo Estado.

A adoção das melhores práticas pelas empresas contribuirá para melhor visibilidade dos produtos, acesso a novos mercados, redução de riscos com sanções regulatórias e melhorias significativas nos processos produtivos.

As empresas que estimulam sinergia em seu ambiente organizacional, com práticas socioambientais responsáveis, que disseminam a cultura da qualidade e da inovação saem na frente e se tornam referência no mercado. Este Programa merece ser reconhecido, pois contribui com estes objetivos.

O sucesso do Programa Alimento Confiável tem repercutido nacionalmente e recentemente recebeu destaque da Confederação Nacional da Indústria (CNI), por meio do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), desenvolvido em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), sendo selecionado compor um catálogo nacional com as melhores práticas sindicais.

Como empresário do setor vejo com de grande valia esta iniciativa e reconheço como fundamental para qualificação das empresas.

É motivo de orgulho para nós goianos termos um sindicato selecionado pela CNI em virtude de suas boas práticas, iniciativa que dissemina a importância do sindicalismo patronal e de suas ações em sintonia com as empresas de seu segmento.

O lema do PDA é “somar forças e multiplicar resultados” e este tem sido o papel do Siaeg, atuando em sinergia com as empresas que representa, contribuindo para que sejam referências em boas práticas de gestão e na qualidade de seus produtos.

Parabéns ao Siaeg pela iniciativa e pelo reconhecimento. Temos a convicção de que o Programa será um sucesso e em breve será disseminado e adotado em todo País.

 

(Paulo Afonso Ferreira, vice-presidente da CNI; presidente do Conselho de Assuntos Legislativos (CAL) e diretor geral do Instituto Euvaldo Lodi (IEL))

 

Comentários