Opinião

Desejo-te!

Lu Couto ,Especial para Opinião Pública

diario da manha

 

Em noite só nossa,

Desejo sentir desejada

E que me olhe nos olhos

Com aquele olhar,

Que só você tem!

 

Desejo sentir suas trêmulas mãos

Acariciando meus cabelos…

Minhas mãos gélidas,

Deslizando em seu corpo.

Desejo-te!

 

Preciso do seu corpo

Colado ao meu,

Numa gostosa mistura

De emoção, desejos… E vontades!

 

E de um jeito insaciável,

Desejo prender-me ao seu corpo,

Num abraço terno…

Inexplicável e apaixonante.

Desejo-te!

 

Meu corpo arde feito brasa…

E dá-me uma vontade louca,

De mergulhar nas entranhas

Dos seus sentimentos!

 

Que eu não desacelere

Os meus íntimos desejos da alma,

E aos irresistíveis desejos

Do meu coração.

Desejo-te!

 

Amo estar ao seu lado

Noite e dia…

E em noites frias,

Desejo aquecer-me,

De seu corpo.

 

Desejo estar em seus braços…

E neles, poder adormecer

E acordar confiante,

Que o sonho foi bom.

 

Eu gostaria de ter

Um mundo só nosso…

E que acordar, tudo fosse realidade.

Desejo-te!

 

(Lu Couto – Jornalista, Twitter: @lucouto28, Blog: livrepensareviver.blogspot.com)

Comentários