Mundo

Protestos antirracismo chegam a Califórnia

Manifestações tiveram início na noite de quarta-feira (27/8), quando centenas de manifestantes se reuniram próximo a principal delegacia de Oakland

diario da manha

Na manhã desta quinta-feira (27/8), nova onda de protestos antirracismo nos Estados Unidos chegou a Oakland, na Califórnia. A cidade teve a maior presença de afro-americanos na área da baía de São Francisco.

As manifestações tiveram início na noite de quarta-feira (26/8), quando centenas de manifestantes se reuniram próximo a principal delegacia da cidade. Reunidos, marcharam pelas ruas da cidade deixando janelas quebradas, barricadas e uma infinidade de pequenos incêndios.

A violência se concentrou contra os estabelecimentos fechados ou apagados, em grandes redes e bancos. Os manifestantes avançavam pelas ruas e mudavam de direção de acordo com a presença da polícia que, por volta de 22h de ontem, ordenou que eles se dispersassem.

Esta nova onda de protestos raciais nos Estados Unidos foi desencadeada no domingo (23/8) depois que um policial de Kenosha, Wisconsin, atirou sete vezes nas costas do afro-americano Jacob Blake, que teme-se que tenha ficado paraplégico.

O incidente gerou mais protestos do movimento Black Lives Matter em Kenosha, e na noite de terça-feira, um rapaz branco de 17 anos que foi detido abriu fogo contra manifestantes, matando dois e ferindo outro.

Comentários