justiça

22 mandatos de prisão foram expeditos contra acusados de tráfico internacional de drogas

A ação tem o intuito de combater os crimes de associação para o tráfico, lavagem de capitais e o comércio ilegal de armas.

diario da manha

Nesta terça feira (30), a Polícia Federal deflagrou uma operação a fim de prender 22 suspeitos de tráfico internacional de drogas. A operação ocorreu no Maranhão e ganhou o nome de Operação Apachetas. A ação tem o intuito de combater os crimes de associação para o tráfico, lavagem de capitais e o comércio ilegal de armas.

Os entorpecentes comercializados era provenientes de países produtores de cocaína, como Peru e Colômbia, com os quais fazem fronteira com o Brasil. De acordo com os agentes, as investigações tiveram inicio em 2017. Os criminosos constituíram três associações criminosas com atuação no Amazonas, Rondônia, Pará e Maranhão.

Contudo, com a investigação foi possível acompanhar a apreensão de cerca de 600 kg de cocaína. Assim, os policiais também efetuaram o desmantelamento de um laboratório próprio para manipulação de drogas. Segundo a corporação, também é realizada outros 26 mandatos de busca e apreensão, expedidos pela 2° Vara Criminal Federal da Seção Judiciaria do Maranhão.

O cumprimento dos mandatos ocorrem em Manaus (AM), Castanhal (PA), Vilhena (RO) e Pinheiro (MA). Além das prisões, a operação teve como objetivo descapitalização das organizações criminosas com o sequestro de bens e valores.

Comentários