justiça

Subtenente do CBMDF é preso, acusado de guardar vídeos sexuais de adolescentes

No mesmo dia o suspeito foi levado para o 19ºBPM, ele precisou de atendimento médico, após de tentar suicídio

diario da manha
Paulo H. Carvalho / Agência Brasília

Policiais civis da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), apreenderam o subtenente do Corpo de Bombeiros. O militar foi pego em flagrante com um adolescente dentro do carro, organizando para ir ao motel no sábado (22).

O celular encontrado com o subtenente será levado Instituto de Criminalística (IC), no aparelho foram identificados vídeos com conteúdo de sexo com adolescentes e crianças.

A polícia estava investigando o caso, após a mãe do menino de 13 anos encontrar mensagens no celular do adolescente. De acordo com informações a mulher teve acesso a mensagens com conteúdos sexuais entre o subtenente e o garoto.

O suspeito afirmou na delegacia que conheceu o jovem por meio de um aplicativo de relacionamento. Conforme o depoimento, o menino falava que tinha 18 anos e quando se encontraram o garoto disse ter 14 anos. A PC caracteriza o caso como estupro de vulnerável.

Nesta última segunda-feira (22), a Corregedoria do Corpo de Bombeiros se posicionou dizendo “em se confirmando as informações preliminares em sede de devido processo legal, punir o militar com o rigor que a caserna demanda, podendo, inclusive, ensejar a exclusão das fileiras da corporação”. O acusado foi encaminhado ao 19º Batalhão da Polícia Militar (BPM), conhecido por Papudinha, onde está preso.

Comentários