Internacional

China lança primeiro módulo de sua futura estação espacial

diario da manha
Por Redação

A China enviou o módulo principal de sua futura estação espacial para a órbita terrestre nesta quinta-feira, 29. O Tianhe, ou “Harmonia Celestial”, foi lançado da ilha de Hainan, ao sul do país, e marca o início do projeto de construção da estrutura que permitirá hospedar astronautas chineses no espaço

A expectativa é enviar uma tripulação de três pessoas à chamada Estação Espacial da China (CSS) até o fim de 2022. Para isso, antes será preciso lançar outras dez missões, das quais quatro serão tripuladas, para colocar em órbita outros elementos necessários para montar a estrutura.

Uma vez concluída a CSS, o módulo central, lançado nesta quinta-feira, será onde os astronautas viverão por até seis meses. Os próximos lançamentos levarão dois módulos onde a tripulação fará experimentos científicos e quatro para embarque de suprimentos e carga, além das missões tripuladas.

Pelo menos 12 astronautas estão treinando para viver na estação, incluindo veteranos do programa espacial chinês, recém-chegados e mulheres. A primeira missão com tripulação, Shenzhou-12, está prevista para ser lançada em junho.

A Estação Espacial Chinesa terá forma de “T” e deve pesar cerca de 66 toneladas, o que a torna consideravelmente menor que a Estação Espacial Internacional (ISS), que lançou seu primeiro módulo em 1998 e pesa cerca de 450 toneladas. Fonte: Associated Press.

Leia também:

Comentários