Internacional

Suspeitos por morte de professor na França foram presos

A polícia acredita que tem mais pessoas envolvidas no total foram nove presos

diario da manha

Mais cinco suspeitos pela morte do professor de história Samuel Paty, foram presos. Esse crime aconteceu na tarde de sexta-feira (16), o fato foi tratado como terrorista islamita. A polícia acredita que tem mais pessoas envolvidas, no total foram nove presos. O homem que foi o responsável por decapitar a vitima foi morto pela polícia francesa.

De acordo com as informações da polícia, entre os presos dois pais de alunos que estudavam no instituto onde a vítima trabalhava participaram do crime. Também foram presas três pessoas que eram próximas ao professor.

Segundo a assessoria da polícia francesa, o homem que cometeu o crime era russo de origem chechena de 18 anos. Os agentes que estavam no local dizem que o suspeito estava muito agressivo e com muita raiva.

A Procuradoria Nacional da França divulgou em nota que irá abrir uma investigação por assassinato em conexão com uma empreitada terrorista e associação criminosa.

O Presidente da França, Emmanuel Macron visitou o local do crime e considerou um atentado contra a vítima.

Comentários