Internacional

Presidente das Filipinas critica posições adotadas por Brasil e EUA no combate ao Coronavírus

"Somos pobres e não podemos permitir um pandemônio total, se seguíssemos os exemplos de outros países, para reabrir toa economia e milhares de novos casos acontecessem estaríamos em uma grande merda", declarou o presidente das Filipinas

diario da manha

Rodrigo Duterte presidente das Filipinas criticou o Brasil e os Estados Unidos pelas posturas adotadas no combate ao coronavírus na última quinta-feira (9/7) e chegou a dizer que se tivesse seguido os dois países, seu país “estaria em uma grande merda”.

O presidente filipino afirmou que seu país é pobre, e por essa razão não teria condições de fazer a reabertura do comércio com a alta quantidade de casos da doença como fazem Donald Trump e Jair Bolsonaro.

“Os presidentes nos Estados Unidos e no Brasil são corajosos. Bolsonaro é tipo Trump e tem dinheiro, com a atitude ‘que o diabo os carregue’. Somos pobres e não podemos permitir um pandemônio total, se seguíssemos os exemplos de outros países, para reabrir toa economia e milhares de novos casos acontecessem estaríamos em uma grande merda”, declarou o presidente das Filipinas.

Duterte afirmou que a coisa mais importantes para o seu país é o fato de não ter dinheiro suficiente para lidar com a pandemia, e que é necessário para abrir todo o comércio no país.

As Filipinas registraram até a manhã de hoje 52.914 casos de Covid-19 e 1.360 mortes pela doença, segundo os dados do Centro Universitário Johns Hopkins.

*Com informações do IG

Comentários