Esportes

McLaren apresenta carro para a temporada 2021 da F1

Escuderia inglesa abre calendário de lançamentos para a nova temporada com o mesmo chassi do ano passado, mas nova dupla de pilotos e fornecedora de motores

diario da manha
Carro que a McLaren usará em 2021 traz a mesma pintura da temporada anterior (Foto: Reprodução/Twitter McLaren)

Em uma transmissão ao vivo direto da fábrica da equipe em Woking, Inglaterra, a McLaren apresentou na tarde desta segunda-feira (15) o MCL35M, carro que será usado na temporada 2021 da Fórmula 1. Em uma transmissão ao vivo direto da fábrica da equipe em Woking, Inglaterra. O modelo tem o mesmo chassi do ano passado e traz diversas melhorias na parte aerodinâmica. 

Por regulamento, devido ao corte de gastos e a pandemia de Covid-19, as equipes usarão os mesmos carros da temporada de 2020. Porém, o mesmo regulamento aponta  mudanças  a serem feitas nas asas e assoalhos, com o objetivo de diminuir as velocidades nas curvas. 

As novidades ficaram por conta da nova dupla de pilotos da equipe e a mudança na fornecedora de motores para a temporada 2021. O australiano Daniel Ricciardo, que trocou a Renault depois de dois anos na equipe francesa, substitui o espanhol Carlos Sainz, que foi para a Ferrari. Ricciardo terá o inglês Lando Norris como colega. O britânico disputa a terceira temporada com o carro da McLaren.

Estou maravilhoso, meu terceiro ano na Fórmula 1. Estou ficando velho! Há um pouco mais de liderança, não estou liderando o time todo, mas tendo mais responsabilidade no time. No ano passado peguei mais experiência com o time, com as pessoas que trabalham na McLaren. Espero tentar mais pódios e brigar por vitórias. Vou trabalhar com Daniel, temos de nos conhecer – comentou Norris.

McLaren mesclará juventude e experiência em 2021 (Foto: Reprodução/Twitter McLaren)

A maior novidade é a volta dos motores Mercedes para os carros da equipe inglesa. Entre 1995 e 2014, a combinação rendeu uma vitoriosa dobradinha com três títulos de pilotos – dois com o finlandês Mika Hakkinen (1998 e 1999) e um com Lewis Hamilton (2008) – e um de construtores (em 1998). A partir de 2015 a Honda foi a fornecedora das unidades de potência. Em 2018, os japoneses foram substituídos pela Renault.

A McLaren espera que as mudanças tragam novos ares. Apesar da boa temporada em 2020, alcançando o terceiro lugar no mundial de construtores, a equipe não vence uma corrida desde o Grande Prêmio do Brasil de 2012, com Jenson Button.

A TEMPORADA 

Por enquanto, 23 provas estão confirmadas. O GP de Portugal retorna ao calendário em 2021, substituindo o do Vietnã. O GP da China foi excluído. Diferente do que acontece usualmente, o Bahrein abrirá a temporada no lugar da Austrália. Os reflexos da pandemia ainda não diminuíram no país da Oceania e o GP australiano está previsto para acontecer apenas em novembro. Ainda está previsto o retorno do GP da Holanda ao calendário da categoria e a estreia da Arábia Saudita.

A temporada 2021 da F1 começa no dia 28 de março, com o GP do Bahrein. Duas semanas antes, entre os dias 12 e 14, no mesmo circuito, serão realizados os testes de pré-temporada. 

CALENDÁRIO DE LANÇAMENTOS

  • 15/fev – McLaren-Mercedes
  • 19/fev – AlphaTauri-Honda
  • 22/fev – Alfa Romeo-Ferrari
  • 23/fev – Red Bull/Honda
  • 26/fev – Ferrari
  • 2/mar – Mercedes e Alpine-Renault
  • 3/mar – Aston Martin-Mercedes
  • A definir – Haas-Ferrari
tags:

Comentários