Esportes

Vila Nova reabilita Brusque e se complica na Série C

diario da manha
Brusque deslanchou no segundo tempo para assegurar a vitória (Foto: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC)

Vila Nova perdeu de goleada para o Brusque, por 3 a 0, neste sábado (2), no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em Goiânia. Jogo valido da 4ª rodada da quadrangular da semifinal do Campeonato Brasileiro Série C.

O time catarinense estava de jejum a dez jogos e com a vitória assume a liderança do Grupo C. Os gols do Brusque foram dois do atacante Thiago Alagoano e um de Marcos Antônio, após falha do goleiro Fabrício. E o Colorado ainda perdeu pênalti com Henan.

Com o resultado o Tigrão vai para o ultimo do grupo, com quatro pontos e o saldo negativo de três gols. Enquanto o Brusque vai para o primeiro lugar provisório com 6 pontos, pois no domingo terá o jogo entre Santa Cruz e Ituano.

O próximo jogo do Tigre e contra o Santa Cruz, no sábado (9), no OBA. Enquanto o time catarinense recebe o Ituano no estádio Augusto Bauer, em Santa Catarina.

Primeiro tempo

O primeiro tempo o Colorado teve maior posse de bola, enquanto o time catarinense ficava recuado e apostando nos contra ataques. Aos 6 minutos Alan Mineiro quase fez um gol olímpico, após cobrança escanteio.

Aos 11, Renan bateu forte na entrada da área, mas Ruan Carneiro defendeu. Novamente aos 23, o Tigrão levou perigo com Henan que tentou o desvio, mas acabou jogando por cima do gol.

O Brusque abre o placar aos 40, quando Thiago Alagoano recebeu na grande área e bateu cruzado para o funda da rede. O time goiano partiu para cima nos minutos finais, mas não conseguiu ir para o intervalo com igualdade de resultado.   

Vila se complica

O Vila entrou em campo para reverter o resultado partindo para cima. E aos 12 minutos o árbitro pegou toque de mão de Rodolfo dentro da área do Brusque, marcando pênalti. Renan cobrou, mas o goleiro defendeu evitando o empate do Tigão.

Após a perda do pênalti o time goiano ficou perdido em campo errando passes e não conseguindo finalizar as jogadas. E no contra-ataque rápido Brusque, Thiago Alagoano recebeu a bola na entrada da área e com um chute, no ângulo faz o segundo para o time catarinense.

O Quadricolor cresceu no jogo e fez o terceiro aos 46 minutos, após cobrança de falta de Marcos Antônio, que o goleiro Fabrício aceitou. O time goiano fez pressão nos acréscimos, mas não conseguiu diminuir o placar, perdendo o jogo por 3 a 0.

Racismo

O Brusque postou no perfil oficial nas redes sociais, que um dirigente do Vila de racismo, em que o mesmo tinha chamado o jogador Jefferson Renan de “macaco”.

Escalações:

Vila Nova: Fabrício; Celsinho, Rafael Donato, Adalberto e Willian Formiga; Yuri, Dudu, Pablo Roberto e Alan Mineiro; Caíque e Henan.

Técnico: Márcio Fernandes

Brusque: Ruan Carneiro; João Carlos, Ianson, Everton e Airton; Rodolfo, Zé Mateus e Thiago Alagoano; Edílson, Garcez e Marco Antônio. Téc: Jerson Testoni

Técnico: Jerson Testoni

Árbitro: Diogo Pombo Lopez

Cartão amarelo: Brusque: Edílson, Rodolfo, Thiago Alagoano, Jefferson Renan e Emerson Martins. Vila: Caíque e Dudu.

Cartão vermelho: Vila: Maurinho.

Comentários