Esportes

Em Curitiba, artilheira da Seleção Brasileira de Fut 7 é assassinada a tiros

Elaine Fernanda Bastian de Goes, 32 anos, apelidada de Fernandona, teria sido alvo de cinco disparos ao sair de supermercado

diario da manha

Na noite dessa segunda-feira (16), a Seleção Brasileira de Futebol de 7 perdeu a artilheira Elaine Fernanda Bastian de Goes. Fernandona, como era apelidada, tinha 32 anos e foi assassinada a tiros em Curitiba (PR). A atleta tinha destaque no esporte.

A morte de Elaine, atleta do União Ribeirão, foi confirmada pela Futebol 7 Brasil que lamentou a perda precoce de um das “embaixadoras” da modalidade. “Ela representava justamente alguns dos valores fundamentais presentes em nosso projeto esportivo: inclusão social, superação e acesso a oportunidades aos menos favorecidos”, diz a nota em homenagem à jogadora.

Segundo informações do site ricmais, Elaine Fernanda estava acompanhada da esposa no momento da execução, na saída de um supermercado. Os disparos teriam atingido a região da face, o crânio, o tórax e membros inferiores.

O caso ainda é investigado pela polícia, mas, segundo testemunhas ouvidas pelo site, houve discussão entre a jogadora e um homem, que efetuou ao menos cinco disparos e fugiu.

Elaine Fernanda estava convocada como artilheira para a Seleção Brasileira que disputará a Copa América 2020. A competição foi adiada por conta do novo coronavírus e tem data marcada para 27 a 29 de março, em Porto Alegre (RS).

Comentários