Esportes

Luxemburgo destaca reconstrução da equipe e títulos em adeus ao Palmeiras

Técnico não resistiu a terceira derrota seguida no Brasileirão

diario da manha
Foto: Reprodução
Por Daniel Batista

Demitido do Palmeiras após a derrota por 3 a 1 para o Coritiba, no Allianz Parque, o técnico Vanderlei Luxemburgo divulgou um vídeo para se despedir da torcida palmeirense e destacar seus feitos no comando do clube. O treinador recordou que deixa a equipe após conquistar dois títulos e deixar o time próximo da liderança geral na Copa Libertadores.

“Gosto muito do Palmeiras. Dizer que o convite que o Palmeiras me fez foi para fazer uma reconstrução. Reconstruí em um processo que precisava ser remodelado. Me propus, e o êxito foi alcançado. Fomos campeões paulistas, da Florida Cup, lideramos a Libertadores. Falta um jogo para ser líder geral. Estávamos no Brasileiro brigando na parte de cima e três derrotas foi tomada a decisão de me mandar embora. Faz parte do futebol”, destacou o treinador, em vídeo divulgado em sua página no Instagram.

Luxemburgo preferiu evitar críticas e fez apenas agradecimentos. “Queria agradecer aos jogadores, aos dirigentes, aos parceiros que estiveram comigo lá, e agradecer ao Palmeiras por ter me convidado pela quinta vez de estar no Palmeiras. Muito obrigado a todos vocês”, disse.

Luxemburgo foi contratado pelo Palmeiras em dezembro de 2019. O treinador, de 68 anos, ficou dez meses no comando do clube com o retrospecto de 36 jogos, sendo 17 vitórias, 14 empates e cinco derrotas (sendo três nas últimos três partidas).

Embora tenha conquistado o Paulistão e quebrado o tabu de 12 anos sem um título estadual, o Palmeiras comandado por Luxemburgo foi bastante criticado pelo mau futebol e também pelo excesso de empates.

Sem Luxa, a diretoria palmeirense corre atrás de um substituto. Há diversos nomes sendo especulados, mas nenhuma negociação encaminhada. Para a partida contra o Fortaleza, domingo, o time será comandado pelo auxiliar-técnico Andrey Lopes, que faz parte da comissão permanente do clube.

No ano passado, entre a saída de Mano Menezes e a chegada de Luxemburgo, Andrey, conhecido como Cebola, dirigiu a equipe por dois jogos e venceu ambos, contra Goiás e Cruzeiro. Por enquanto, a diretoria não cogita efetivá-lo no cargo.

Comentários