Aparecida de Goiânia

Aparecidense perde diretor de futebol, vitima de Covid-19

diario da manha
Foto: Marielly Dias/ AA Aparecidense

O diretor de futebol do Aparecidense, João Rodrigues, o Cocá, morreu neste sábado (17), vítima de Covid-19. O dirigente tinha 54 anos e estava internado há cerca de um mês no Hospital Órion, em Goiânia.

Cocá estava à frente do Aparecidense há cerca de 10 anos. Colocou o time de Aparecida de Goiânia entre as elites do estadual goiano, sendo duas vezes vice-campeão, em 2015 e 2018.

João Rodrigues tinha sido internado, em meado de setembro, ficando afastado das atividades do clube e não podendo participar da boa campanha do time na Série D do Brasileiro.

Cocá deixa a esposa Andréa Marta e dois filhos, Maria e João Victor que e ex-jogador e atualmente trabalha na administração da Aparecidense.

“Cocá foi uma pessoa que ajudou a desenvolver o futebol goiano. É uma perda irreparável, participou ativamente na reconstrução da Aparecidense e nos deixará muita saudade”, falou o ex-presidente da Aparecidense e vice-presidente da Federação Goiana de Futebol, Wilson Filho.

Nota

O prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), enviou um pesar nas redes sociais.

“É com pesar e profunda dor no coração que recebo a notícia do falecimento do meu grande amigo, João Rodrigues, o Cocá. Há um tempo internado, ele foi um guerreiro e lutou muito para vencer a covid-19, mas infelizmente a doença venceu a batalha. Sentiremos muito a sua falta na tribuna do Estádio Annibal Batista de Toledo, torcendo pela nossa Aparecidense, meu amigo. Vá em paz. E que Deus possa confortar o coração dos familiares e amigos neste momento de perda.”

Comentários