Coronavírus

Mais da metade do time titular do Goiás testa positivo para Covid-19 antes da estreia no Brasileirão

Resultados só foram divulgados horas antes do jogo deste domingo

diario da manha
Foto: Reprodução

O Goiás estreia daqui a pouco pelo Campeonato Brasileiro da Série A contra o São Paulo, a partir das 16h, no estádio da Serrinha, que pela primeira vez em sua história vai receber um jogo da principal divisão de futebol do país. No entanto, a vida do esmeraldino não está fácil, uma vez que os testes de Covid-19 apontaram que dos 10 jogadores titulares que iriam para o jogo desta tarde ao menos oito deles testaram positivo para a doença.

O problema conforme divulgado amplamente é que o time esmeraldino fez os testes com um laboratório em Goiânia, na última quarta-feira (5/8), e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) afirmou que o laboratório em questão não acondicionou de maneira devida o material coletado, com isso pediu que uma nova remessa de testes fosse feita e indicou um laboratório.

O laboratório indicado pela CBF deveria entregar o resultado dos testes em um prazo de 24 horas, e os atletas foram submetidos a uma nova testagem na sexta-feira (7) no laboratório indicado pela confederação. O problema é que os testes que deveriam ter os resultados no último sábado (8) só foram divulgados hoje, momentos antes da estreia do esmeraldino no Campeonato Brasileiro da Série A.

E os testes apontaram que ao menos 10 jogadores do Goiás tiveram resultado positivo para a doença, dos atletas que testaram positivo para Covid-19, oito deles são do time titular e entrariam em campo contra o clube paulista.

A tendência a princípio é que o jogo aconteça, e que o Goiás vá a campo com um time misto. Antes do início da partida os jogadores foram submetidos a novos e exames e há possibilidade de que o duelo possa ser cancelado, mas até o momento teremos o jogo, e o protocolo segue em andamento na Serrinha.

O Goiás emitiu uma nota nesta tarde em relação a situação presenciada, e onde pede o adiamento da partida contra o São Paulo.

Confira a nota completa:

O Goiás Esporte Clube vem a público informar que, devido a quantidade de resultados positivos do Covid-19 nos exames apresentados pela CBF, está tentando junto a entidade o adiamento da partida deste domingo contra o São Paulo.

O clube vem fazendo testes para coronavírus semanalmente, do tipo RT-PCR, o mais confiável. Além de jogadores, são feitos exames em membros da comissão técnica, estafe que trabalha no Centro de Treinamento e em jogos no estádio do time. Eram cerca de 70 testes feitos no Goiás Esporte Clube por semana.

Antes do jogo contra o São Paulo, foi feita uma nova rodada de exames. Só que, ao contrário das vezes anteriores, desta vez a coleta foi realizada por um laboratório escolhido pela CBF. Os exames feitos na última quinta-feira foram invalidados pela CBF. A alegação é de que as amostras foram acondicionadas de maneira inapropriada. A CBF então pediu uma nova coleta ao laboratório, e os exames foram realizados na sexta-feira.

A apresentação dos resultados deveria ter sido feita no mínimo com 24h de antecedência da partida, prazo este que não foi cumprido. Os resultados só ficaram disponíveis para o Goiás Esporte Clube na manhã deste domingo, dia do jogo. De 26 testes realizados pela CBF, 10 contaminados, sendo 8 jogadores da equipe titular. Para agravar mais a situação, os contaminados estavam concentrados, dormindo dois atletas por quarto.

O clube acredita que se for para seguir um protocolo de segurança de saúde e prevenção ao Covid-19, todos deveriam estar em isolamento e observação pelo contato recente com pessoas contaminadas. O clube lamenta a situação e já realizou, por conta própria, uma nova bateria de exames nos contaminados. Resta agora aguardar se o pedido de adiamento do jogo será acatado ou não pela CBF.

Comentários