Esportes

Globo não vai renovar contrato de transmissão da F-1

Segundo as informações divulgadas a emissora estava negociando a compra dos diretos de transmissão junto ao Liberty Media, que detêm os direitos da F-1, mas não chegou ao uma acordo para renovar o contrato

diario da manha
Foto: Reprodução

A temporada 2020 da Fórmula-1 (F-1) deve ser a última com transmissão da Rede Globo de Televisão. Pois segundo divulgado recentemente pelo Terra, a emissora desistiu de renovar o contrato dos direitos de transmissão da principal competição automotiva do mundo.

Segundo as informações divulgadas a emissora estava negociando a compra dos diretos de transmissão junto ao Liberty Media, que detêm os direitos da F-1, mas não chegou ao uma acordo para renovar o contrato. Com a falta de um acordo, a Globo que era um dos únicos canais abertos a transmitir a competição, não irá mais contar com as corridas em sua grade de programação para a próxima temporada.

Conforme divulgado antes mesmo da temporada 2020, a emissora já havia decidido não renovar o contrato de transmissão para 2021. No entanto existia a possibilidade dessa decisão ser revisada, caso a Liberty Media fizesse uma nova proposta financeira que fosse satisfatória as novas condições do grupo, que teve que cortar contratos com a Fifa e Conmebol no futebol, e está fazendo o mesmo com contratos de acordos mais caros em todas outras áreas, inclusive artísticas.

Vale ressaltar que a Globo já avisou aos atuais patrocinadores da atual temporada, que não irá transmitir a F-1 no próximo ano. Durante esse ano, a emissora vendeu apenas cinco de suas seis cotas de patrocínio, e teve uma receita de R$ 494,75, que seria suficiente para cobrir o preço do direito de transmissão da F–1, oferecido pela Liberty Media.

A Globo quer dividir este bolo com as 118 afiliadas do grupo, para assim transmitir a corrida em todo território nacional, mas a direção da emissora afirma que a conta não fecha.



Comentários