Esportes

Atlético Goianiense segue sem vencer no Brasileirão

Depois de vencer o Flamengo na estreia do Brasileiro, o time do Atlético Goianiense não venceu mais ninguém na competição

diario da manha

O Atlético Goianiense recebeu o Ceará pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, no Estádio Olímpico, em Goiânia e depois de três derrotas, sendo duas pelo Brasileirão e uma pela Copa do Brasil, o time comandado por Vagner Mancini voltou a perder pela competição pelo placar de 2 a 0 e já soma ao menos quatro jogos sem vitórias, sendo três pelo Brasileiro.

Procurando voltar a vencer no Brasileirão, o time de Vagner Mancini viu o Ceará chegar assustando bem no início do jogo, após cruzamento da esquerda, Cleber cabeceou e o goleiro Jean foi buscar a bola no cantinho para evitar o gol do adversário.

Enquanto o Ceará tentava pressionar, o Atlético custou a chegar para fazer o goleiro Fernando Prass trabalhar, tanto que a primeira chegada do clube goiano foi apenas aos 12′ da etapa inicial, Ferrareis carregou e arriscou o chute de fora da área para defesa de Prass, Everton Felipe tentou aproveitar o rebote mas isolou.

Depois desses primeiros minutos, o jogo ficou truncado no meio de campo, e apenas aos 31′ o Atlético Goianiense voltou a chegar para assustar, pela ponta direita o meia-atacante Everton Felipe invadiu a área e tentou o chute cruzado, Hyuri tentou alcançar, mas chegou atrasado e a bola saiu pela linha de fundo.

O dragão voltou a assustar o adversário aos 35′ do primeiro tempo, Jorginho recebeu na entrada da área e armava o chute, mas foi derrubado e a falta marcada. O goleiro Jean se apresentou para a cobrança e ainda contou com um desvio na barreira para dar trabalho para a defesa do goleiro Fernando Prass.

Depois do início com pressão, o Vozão só voltou a chegar aos 41′ da primeira etapa, que trabalhou pela direita, Fernando Sobral recebeu de Samuel Xavier, ergueu a cabeça e cruzou buscando o atacante Cleber que subiu para cabecear, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Ceará marcar no segundo tempo e garante a vitória contra o Atlético Goianiense

No início da segunda etapa, o Atlético incialmente voltou com um pouco mais de agressividade, após jogada pela direita a bola sobrou na entrada da área e o volante Edson apareceu para arriscar mas isolou a bola.

O Atlético Goianiense voltou a chegar, Ferrareis invadiu a área e pediu pênalti, a bola sobrou nos pés do volante Marlon Freitas que arriscou de fora da área para defesa do goleiro Fernando Prass.

A resposta veio no minuto seguinte, Fernando Sobral trabalhou pela direita e aproveitou a ultrapassagem do lateral-direito Samuel Xavier, que chegou a linha de fundo e cruzou para trás, Cleber apareceu para tentar o chute para o gol, mas travado pela defesa, saiu com bola e tudo pela linha de fundo.

O Ceará trabalhou a bola pela direita até o volante Charles encontrar Samuel Xavier fazendo a infiltração, o lateral cruzou mais uma vez buscando o atacante Cleber que apareceu sozinho para cabecear e o goleiro Jean voltou a aparecer para impedir o gol do adversário.

A resposta do Atlético veio em seguida, Jorginho encontrou Marlon Freitas pela ponta, que cruzou buscando Nicolas do outro lado, mas o atacante Leandro Carvalho apareceu para tirar.

Melhor em campo o Ceará tirou a bola da área após a cobrança de escanteio do Atlético Goianiense, e Vinicius puxou o contra-ataque para o vozão, trabalhou com o Fernando Sobral e recebeu de volta na frente do gol, já tirando o meia Jorginho na ginga de corpo e arriscou de fora da área sem chances para o goleiro Jean dessa vez para fazer 1 a 0 Ceará.

Fernando Sobral recebeu lançamento de Samuel Xavier pela ponta direita, invadiu a área e bateu para o gol e marcou o segundo do Ceará. No entanto, o bandeirinha marcou impedimento e o VAR entrou em ação para verificar a posição do jogador do Ceará, que realmente estava impedido.

Aos 27′ por pouco o Atlético Goianiense não empata, Nicolas recebeu pela esquerda e cruzou para Chico dentro da área que no primeiro toque na bola por pouco não empatou o jogo, mas a trave salvou o time do Ceará.

O dragão teve a chance nos pés de Marlon Freitas dentro da área, que bateu para o gol, mas o Fernando Prass apareceu para salvar o vozão de tomar o gol de empate com os pés. No minuto seguinte após ter a chance defendida pelo goleiro Fernando Prass, Marlon Freitas voltou para marcar e fez falta, o árbitro do jogo Igor Benevenuto deu apenas o cartão amarelo, mas o VAR entrou em ação novamente pois considerou uma agressão e depois da revisão, o árbitro de campo expulsou o volante do Atlético Goianiense.

O dragão voltou a chegar com Ferrareis trabalhando pela direita com Janderson, que invadiu a área e tentou o cruzamento, mas a zaga do Ceará apareceu para afastar o perigo.

Aos 41′ o Atlético Goianiense contou com atacante Janderson puxando o ataque, mas acabou derrubado na entrada da área e o árbitro marcou a falta a favor do dragão. O lateral-esquerdo do Atlético Goianiense foi para a cobrança e a bola bateu na barreira, o rubro-negro goiano reclamou de um toque de mão, mas o árbitro indicou que o braço estava colado ao corpo e mandou seguir.

Nos acréscimos Chico ficou com o rebote na cobrança de escanteio, tentou limpar para bater pra o gol, mas demorou demais e acabou perdendo a bola. E no futebol quem não faz, leva, já diz o ditado, o time goiano saiu jogando errado e Lima ganhou da marcação e tocou na saída do goleiro Jean para fazer 2 a 0 e carimbar a vitória do Ceará.

Comentários