Esportes

Em alta temporada de competições, brasileiros se destacam em esportes de neve

Mesmo sem condições naturais para a prática dos esportes de inverno no país, atletas do Brasil se destacam em disputadas competições no hemisfério norte

diario da manha
Noah Bethonico BRA (red bib), Silviu Popa ROU (blue bib) and Noa Coutton-Jean FRA (green bib) in action during the heats of the Snowboarding Men’s Snowboard Cross at Villars Winter Park. The Winter Youth Olympic Games, Lausanne, Switzerland, Monday 20 January 2020. Photo: OIS/Ben Queenborough. Handout image supplied by OIS/IOC.

Enquanto a maioria aproveita as altas temperaturas de verão, há uma parcela de brasileiros que representa o país em competições de esportes de neve pelo hemisfério norte. Entre as principais modalidades disputadas, há as tradicionais Ski Alpino e Snowboard, além do Ski Cross Country (uma espécie de maratona na neve).

Jaqueline Mourão, que também é reconhecida por seu alto desempenho no Mountain Bike, é atualmente a melhor atleta feminina de Ski Cross Country do Brasil – e seus resultados, expressivos a nível mundial, provam a boa fase da atleta. No último final de semana (1 e 2 de fevereiro), ela participou da Nor-Am Cup, no Canadá, e foi Top 20 nas duas provas de Distance disputadas.

“Estou muito satisfeita com as minhas provas, foi um ano em que me dividi entre o Cross Country e a bicicleta, mas, mesmo assim, minha forma física está ótima e me surpreendeu muito o resultado”, conta Jaqueline. A atleta completa: “estou feliz de estar de volta nas provas de inverno e acredito que a próxima temporada será ótima”.

A base do Ski Alpino entre os melhores na Europa

Já no Ski Alpino, o mais tradicional e disputado esporte de inverno, Valentino Caputi, jovem atleta brasileiro nascido em 2004,  foi destaque no Troféu Borrufa – tradicional competição europeia da modalidade. O torneio, que é focado em categorias Sub 16 e Sub 14, é um importante termômetro da base do ski alpino europeu.

Caputi conquistou o Top 10 nas provas de Slalom e Slalom Gigante Sub 16 e, dessa forma, foi o melhor sul americano da competição. Com preparação física e técnica destacadas, o jovem conquistou o melhor tempo do dia na descida de Slalom da prova Combinado, que soma uma descida de Super G com uma descida de Slalom. 

Snowboard: o destaque Noah Bethonico

Após concluir sua participação nos Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude, que ocorreu em janeiro em Lausanne (Suiça), o destaque brasileiro do Snowboard Cross, Noah Bethonico, seguiu sua agenda de competições.

No fim de janeiro, o atleta de 16 anos esteve no Canadá e participou da Nor-Am Cup da sua modalidade. No dia 30, Bethonico conquistou a décima quinta colocação geral na prova de Snowboard Cross, sendo que cerca de 70 atletas participaram. Vale ressaltar que Noah foi o melhor entre a sua categoria de idade (nascidos em 2002 e 2003).

Comentários

Mais de Esportes