Esportes

Juíza descreve condenação de Robinho por estupro: "Atos de violência sexual"

diario da manha

Uma juíza da nona seção do Tribunal de Milão, na Itália, divulgou nesta quinta-feira (22/02) os motivos que levaram a condenação de Robinho por “violência sexual em grupo” contra uma jovem albanesa. As informações são da agência ‘Ansa’.

De acordo com o relatório, Segundo o relatório, o jogador demonstrou “desprezo absoluto” pela jovem “exposta a humilhações repetidas, bem como a atos de violência sexual pesados”, descrito em suas “conversas interceptadas”.

“Termos chulos e desdenhosos, sinais inequívocos de falta de escrúpulos e quase consciência de uma futura impunidade”, diz o texto, ressaltando que “isso levou o acusado até mesmo a rir várias vezes do incidente, destacando assim um absoluto desrespeito pela condição da vítima”.

O fato ocorreu em 22 de fevereiro de 2013, quando Robinho ainda defendia o Milan. O brasileiro foi condenado a nove anos de prisão e, segundo a imprensa italiana, a sentença só será aplicada depois que todo o processo for concluído. (Foto: Reprodução Twitter)

Comentários