Esportes

Goiânia pode sediar próximos Jogos Universitários Brasileiros

diario da manha

Após o fim dos Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) de 2016 neste último fim de semana, a Confederação Brasileira de Desporto Universitário (CBDU) tem até o fim deste mês para definir qual será a próxima cidade que irá sediar o evento. A edição 2017 já tem como candidatas Goiânia e o Rio de Janeiro e a decisão deve ser tomada no prazo determinado para que as universidades possam programar as viagens dentro de seus orçamentos do ano que vem.

Conforme a CBDU, já ocorreram reuniões com representantes das duas cidades e a decisão partirá de garantias oferecidas para o evento, os custos de realização e a possibilidade de mobilizar a cidade.

A edição deste ano ocorreu em Cuiabá (MT), pela primeira vez e recebeu cerca de 4,5 mil pessoas, entre atletas, técnicos, organizadores e representantes das federações. Luciano Cabral, presidente da CBDU, considera importante que o evento circule pelo país.

“As pessoas ficam sabendo, e isso desperta o interesse. É importante para que as pessoas conheçam o esporte universitário”, ressaltou.

Segundo Cabral, Campo Grande(MS), João Pessoa (PB) e Palmas (TO) já procuraram a confederação para receber o evento em 2018.

Atletas Paradesportivos

Caso os planos da CBDU se confirmem, as próximas edições do JUBs devem contar com a participação de mais atletas paradesportivos, que usam o esporte para se reinserir ou se reabilitar, que participaram das competições pela primeira vez neste ano.

O atletismo paradesportivo deve se somar à natação e ao tênis de mesa. O judô oferecerá vagas para atletas com deficiência visual. A modalidade é uma das mais cotadas para integrar o calendário.

Além disso, esportes coletivos exclusivos do calendário paradesportivo, como o golball ou o vôlei sentado não estão descartados, mas requerem um maior mapeamento de instituições que possuem esses times e que podem inscrever seus atletas.

Na edição de 2017, também está programado a estreia dos e-games, com o jogo eletrônico Fifa 2016, além da possibilidade da inclusão do jogo League of Legends.

Com informações da Agência Brasil.

Comentários

Mais de Esportes