Entretenimento

Fátima Bernardes se irrita com festas na pandemia: “Deviam abrir mão de hospital”

A apresentadora do quadro 'Bem Estar', Michelle Loreto, divulgou uma aglomeração flagrada pela polícia em São Paulo nesta madrugada.

diario da manha

No ‘Encontro’ desta quinta-feira (24), Fátima Bernardes se irritou com uma notícia de uma grande festa clandestina em meio à pandemia de Covid-19. A apresentadora do quadro ‘Bem Estar’, Michelle Loreto, divulgou uma aglomeração flagrada pela polícia em São Paulo nesta madrugada.

“A polícia flagrou numa balada clandestina em São Paulo, na zona leste de São Paulo, bairro de Vila Matilde. 300 pessoas que estavam por lá, na boa, como se a pandemia tivesse acabado. Foi hoje de madrugada. Quatro pessoas foram levadas para a delegacia, entre elas um organizador do evento, que jogou cerveja em um dos policiais, aliás”, disse.

‘Eu só quero dizer aí pra você que tá aí assistindo a gente e que vai pra balada, escuta aqui: o que você tá fazendo é egoísmo, é irresponsabilidade, é falta de humanidade. Não faça isso, isso é simplesmente ridículo. Desse jeito, a gente nunca vai sair dessa pandemia”, continuou.

MACHISMO NO AUTOMOBILISMO

Leia também: Luciano Szafir é internado após contrair Covid-19 pela segunda vez

Fátima Bernardes concordou com a indignação e disse que era para essas pessoas assinassem um termo abrindo mão de hospitais. “E uma festa clandestina certamente não tá cumprindo as medidas de segurança, né? Que seriam o número de pessoas ali dentro, o distanciamento, o uso de máscara, é claro que não tá sendo cumprido nada”.

“A minha vontade é que essas pessoas assinassem termos abrindo mão de vagas nos hospitais, porque tem muita gente precisando de vaga e não conseguindo, e tá dentro de casa, muitas vezes acaba se contaminando [sem querer]”, sugeriu a apresentadora.

Leia também: Em vídeo vazado, Christiane Pelajo surta na GloboNews e abandona estúdio: “Impossível trabalhar nesse lugar”

Comentários