Entretenimento

Belo é solto após desembargador aceitar habeas corpus

Belo pode ser liberado da prisão a qualquer momento

diario da manha

Na madrugada desta quinta-feira (18), Milton Fernandes de Souza desembargador responsável pelo caso do cantor decidiu aceitar o habeas corpus. Marcelo Pires Vieira (Belo), foi preso nesta última quarta-feira (17), acusado de infringir o decreto municipal de combate a Covid-19.

A Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), realizou a prisão de Belo. O cantor também é suspeito de contribuir com o fortalecimento do tráfico. Além da acusação de colaborar com disseminação do coronavírus e promover aglomeração.

A Policia Civil também verifica a utilização imprópria de uma escola estadual para a realização do show. De acordo com a polícia as salas de aula do colégio foram usadas como camarote. A Secretaria Estadual de Educação negou os fatos e afirmou que não houve nenhum pedido de autorização. Além de declarar que a escola não está funcionando desde o início da pandemia.

Outras três pessoas estão sendo investigadas juntamente com o cantor Belo. Dentre elas o chefe do tráfico no Parque União, Jorge Luiz Moura Barbosa conhecido por Alvarenga. Dois sócios da produtora Série Gold, Célio Caetano e Henriques Marques também estão sendo investigados.

Os suspeitos podem responder pelos crimes de associação criminosa, invasão de prédio público, infração de medida sanitária e crime de epidemia.

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe DM Online www.dm.jor.br pelo WhatsApp (62) 98322-6262 ou entre em contato pelo (62) 3267-1000.

Comentários