Entretenimento

Jornalista Adriana Araújo deixará a Record após critica a Bolsonaro

diario da manha

A jornalista Adriana Araújo deixará a Record após 15 anos de casa. De acordo o portal Na Telinha, seu contrato encerra no final de março e “muito improvável” que seja renovado.

Em junho de 2020, a jornalista deixou o posto do âncora do Jornal da Record por ter feito críticas ao governo de Bolsonaro em suas rede sociais. A postagem, que pedia transparência no combate a Covid-19, não foi muito aceita pela Record, que anda adotando menos críticas ao presidente em seus telejornais.

Ainda segundo informações do Na Telinha, Adriana Araújo poderá ir para a CNN Brasil.

Leia também: Chega ao fim o casamento de Marina Ruy Barbosa e Alexandre Negrão

Despedida da jornalista da bancada do Jornal da Record, em junho de 2020, após crítica a Bolsonaro. (Foto: Reprodução)

Comentários