Entretenimento

Mais de 40 filmes brasileiros de terror serão exibidos por mostra online e gratuita

A mostra online 'macaBRo - Horror Brasileiro Contemporâneo" exibirá 44 filmes brasileiros de terror entre os dias 28 de outubro e 23 de novembro. As produções incluem longas e curtas. O evento é gratuito e promovido pelo Centro Cultural Banco do Brasil

diario da manha
Cena do filme "O Animal Cordial". Obra de Gabriela Amaral Almeida traz Murilo Benício, Luciana Paes e Irandhir Santos no elenco. Foto: Reprodução/G1

A mostra online ‘macaBRo – Horror Brasileiro Contemporâneo” exibirá 44 filmes brasileiros de terror entre os dias 28 de outubro e 23 de novembro. As produções incluem longas e curtas. O evento é gratuito e promovido pelo Centro Cultural Banco do Brasil. Conforme a produção da macaBRo, os curtas ficarão disponíveis na plataforma durante uma semana. Já os longas somente por 24h e com limite de visualizações. As informações são do G1.

De acordo com a reportagem, o evento também homenageará o cineasta José Mojica Marins. O ator e roteirista de cinema ficou mais conhecido pelo personagem Zé do Caixão. Ele morreu no dia 19 de fevereiro deste ano. O reconhecimento pelo pioneiro do terror nacional será prestado por meio de apresentações de curtas-metragens. As obras homenagearão ou terão participação do diretor.

“Morto Não Fala” será um dos filmes exibidos pela mostra. Ele é dirigido por Dennison Ramalho e conta com Daniel de Oliveira, Fabiula Nascimento e Bianca Comparato no elenco. “O Animal Cordial”, de Gabriela Amaral Almeida, traz as interpretações de Luciana Paes, Murilo Benício e Irandhir Santos, conforme o G1. Dentre as exibições, também estão “O Cemitério das Almas Perdidas”, de Rodrigo Aragão. Além de “Sem Seu Sangue”, obra de Alice Furtado, de acordo com a matéria.

Mostra conta com experimentação visual, histórias horripilantes e marcantes

As produções audiovisuais são resultado de uma seleção de filmes desenvolvidos nos últimos cinco anos, conforme os responsáveis pela curadoria, Breno Lira Gomes e Carlos Primati ressaltaram à reportagem do G1. Eles complementaram que intensa experimentação visual, histórias horripilantes e marcantes destacaram as obras escolhidas.

“A mostra macaBRo – Horror Brasileiro Contemporâneo vem para celebrar esse cinema cheio de coragem e vontade de encontrar o seu público. E principalmente, de narrar uma boa história de terror essencialmente brasileira, com temáticas ligadas à nossa cultura.”

“O cinema brasileiro não é feito apenas de um tipo de filme e essa é uma boa oportunidade de valorizarmos ainda mais a recente produção do gênero no país”, realço Breno Lira Gomes.

Comentários