Entretenimento

MC JACARÉ Sucesso no Brasil tem origem goiana

O cantor falou com exclusividade para o Jornal Diário da Manhã. Confira.

diario da manha
Foto: Bruno Claudino

Estourado em todo Brasil, dono de dois hits que viralizaram nas redes sociais, além de outras músicas com milhares de visualizações no Spotify, MC Jacaré é goiano e começou a produzir suas primeiras músicas através de vídeos que acompanhava no YouTube.

Um garoto de 17 anos que despretensiosamente começou a produzir suas músicas em programas amadores e beats gratuitos da internet, não imaginava o tamanho sucesso que suas letras alcançariam. Uma das músicas mais conhecidas do cantor, febre nas redes sociais, “Comprei um lança” entrou para uma das playlists mais almejadas por artistas brasileiros, estreando na 7º posição da TOP 50 BRASIL na plataforma de streaming Spotify. Atualmente MC Jacaré conta com mais de 3 milhões de ouvintes mensais na mesma plataforma, e esse número não para de aumentar.

Seu primeiro hit a repercutir na internet foi a música “Melhorar meu dia” onde já percebeu os primeiros indícios promissores em sua carreira. Seu segundo hit, “Comprei um lança” segundo o MC, está escrito desde o ano de 2019, que na época mostrou para alguns amigos que não gostaram da canção.

“Mostrei a música para alguns amigos na época, mas não gostaram…”

O sucesso foi eminente e totalmente despretensioso, em uma entrevista na internet, MC Jacaré afirmou que quando se deu conta, sua música já possuía mais de 200 mil vídeos no aplicativo TIK TOK, anônimos e famosos gravando pequenos vídeos com trechos de sua música, o cantor desconhecia essa rede social até o momento, e não tinha noção do peso e influência que isso iria proporcionar a sua carreira, afirmou ele.

O sucesso foi tamanho que a música entrou em playlists internacionais como o TOP GLOBAL na posição 194, e 15º posição no TOP 50 VIRAIS do mundo. Na Europa ficou em 1º lugar nas mais tocadas de Portugal.

O Jornal Diário da Manhã realizou uma entrevista exclusiva com o cantor, que prontamente respondeu todas nossas perguntas sobre processo de criação, o que mudou em sua rotina e também uma breve palhinha do que vem por aí futuramente. Confira abaixo;

O clipe oficial da música “Comprei um lança” já conta com mais de 7.5 milhões de visualizações no youtube, e inúmeras outras no spotify e demais redes sociais. Quando foi escrita e qual a inspiração para a letra?

Eu sempre via no Twitter letras e links de funkões que falavam “comprei um lança perfume” … e um dia teve uma festa de aniversário de uma amiga e comprei para ela de presente um perfume. Foi assim veio a inspiração para compor essa canção.

Consegue imaginar qual profissão estaria hoje se não estivesse no meio musical? Pretende seguir em outro ramo paralelo a música?

Sou tão apaixonado por música, que tenho dificuldade de me imaginar em outra profissão. A música é algo que me acompanha desde criança. A minha mãe fala que a brincadeira que eu mais fazia quando pequeno era fingir que estava tocando e cantando para a família.

Como tem lidado com todo sucesso da sua carreira atualmente? (assédio dos fãs) O que mais mudou na rua rotina? Ainda frequenta os mesmos lugares que costumava?

Estou aprendendo a lidar com a fama, mas acho que não mudei. Continuo saindo com os meus amigos e indo aos mesmos lugares. Gosto do assédio dos fãs que se aproximam para tirar uma foto. Eles são respeitosos; curto essa aproximação com o meu público. Mas eu ainda continuo sendo um garoto de 17 anos que mora em Goiânia e que ainda sonha em viver com a música. Tenho que ter o pé no chão de saber que as minhas músicas viralizaram, mas que não será sempre assim.

Poderia descrever a reação dos familiares e amigos quando se deram conta que você já possuía dois hits estourados no Brasil e internacionalmente? Em que momento você se deu conta que havia viralizado nas redes sociais?

Tanto eles como eu ficamos muito felizes. Tudo aconteceu naturalmente, de repente, a minha música ‘viralizou’. É muito bom ver o resultado do nosso trabalho chegar a tantas pessoas nesse ‘mundão de meu Deus’. Apesar de não ser do eixo Rio-São Paulo, graças a internet, tive a oportunidade de mostrar o meu talento.

Com qual idade começou escrever as primeiras letras? Como é esse processo de criação? Geralmente conta com ajuda de terceiros? (Letras, ritmo e outras coisas relacionadas a parte técnica musical).

Comecei a escrever e produzir com 13 anos de idade. O processo de criação é muito espontâneo e vem do meu dia a dia mesmo. Faço tudo sozinho; aprendi pesquisando na internet. É muito bom poder mostrar que, do Setor Urias Magalhães, com um computador caindo aos pedaços, é possível fazer música e realizar o seu sonho.

Já tem em vista projetos futuros? (Novas músicas, parcerias, lançamentos) Algum artista do meio brasileiro, ou internacional, que sonha em lançar um feat? Ainda teremos lançamentos para o ano de 2020?

Quero muito fazer shows e ver todo mundo cantando as minhas músicas! Sonho em fazer um feat com o Kevin O Chris; sou muito fã dele, que é uma grande referência para mim. Com certeza, até o final do ano, terão muitos lançamentos. Já posso adiantar as versões brega funk e forró de “Comprei Um Lança”. A versão brega funk é com o meu parceiro JS O Mão de Ouro, e, a do forró, é com o Xand Avião.

Comentários