Entretenimento

Marco Pigossi sobre Fina Estampa: "Deveria ser proibida de reprisar"

diario da manha

No ar em Fina Estampa, na Rede Globo, o ator Marco Pigossi revelou ser contra a reprise da novela. Durante uma live com o também ator João Vicente de Castro, Marco disse ter vergonha do folhetim de Aguinaldo Silva.

Além de criticar as mechas loiras que seu personagem usava, Pigossi deu a entender que algumas falas da trama envelheceram mal. “Essa novela deveria ser proibida de reprisar, porque são tantas barbaridades. É uma loucura passar essa novela na TV”, indagou.

“É interessante ver… Em 2011 era um tempo em que as pessoas ainda podiam se dar o direito de [falar] ‘Ai, eu não ligo para política’. Não tinha muito essa… Era o começo dessa discussão”, disse o ator.

Leia também: Regina Duarte quer voltar à Globo, segundo colunista

Em seguida, ressaltou a ‘loucura’ de reprisar Fina Estampa em pleno 2020. “Agora você passar uma novela dessas hoje é uma loucura. Tem coisas… Eu tenho vergonha de algumas coisas que são faladas na novela, de como são tratadas na novela, vergonha um pouco também da minha atuação, tenho vergonha das minhas mechas loiras. Mas faz parte, é interessante também olhar pra traz e brincar”, concluiu Marco Pigossi.

No entanto, mesmo detonada pelo público desde o início da exibição, a obra tem alcançado ótimos índices de audiência. De acordo com os dados consolidados, a novela bateu 37,1 pontos de média na última segunda-feira (10). Como resultado, bateu recorde pela 3ª vez durante a reprise.

Leia também: Camila Pitanga e filha testam positivo para malária: “Muito sufoco”

Confira trecho da entrevista:

Marco Pigossi sobre Fina Estampa: “Deveria ser proibida de reprisar”

Comentários