Entretenimento

Victor Chaves revela que entrou em depressão e pensou em suicídio após acusações de agressão

diario da manha

O cantor Victor Chaves resolveu contar sobre o que aconteceu com a sua vida após ser acusado de agredir a ex-mulher, Poliana Bagatini, quando ela estava grávida. Em entrevista à Folha de SP, o cantor disse que teve depressão e tentou o suicídio. 

“Fui para Uberlândia para decidir se ia parar a turnê da dupla. Lá me deparei com um caos psicológico e emocional. Tombei. Seis dias depois do episódio quase tirei minha vida”, desabafou. “Na mídia, antes me retratavam como um ser perfeito, o que nunca fui. Depois, você vira monstro, o que também não é”.

O sertanejo também comentou sobre a demissão da Globo no meio da temporada do ‘The Voice Kids’, onde era jurado. “Eles colocaram que eu pedi para sair do programa. Isso nunca aconteceu. Eu tinha problemas com a direção, por questões ideológicas. Destruir-me era um bom negócio. Não conseguiram”, disse.

Em fevereiro de 2017, Victor Chaves foi acusado por Poliana Bagatini de violência doméstica. Vídeos da câmera de segurança mostravam Poliana no chão durante uma discussão envolvendo a irmã do cantor. Victor nega a agressão. “Tento impedir e proteger minha filha. ‘Calma, você está grávida’. Ela cede, mas volta. É triste Poliana dizer no depoimento que eu a joguei no chão. Na TV, aceleram o vídeo. Não dá para ver que estou arqueando o corpo para suavizar a queda dela. O exame de corpo de delito deu negativo. Não havia marcas de agressão”, contou em entrevista à Folha. Chaves foi condenado a 18 dias de prisão e multa de R$ 20 mil, porém, recorreu da decisão.

Comentários