Entretenimento

Cantor sertanejo Eduardo Costa crítica Presidente

diario da manha
Foto: Reprodução

Após gravar e divulgar na Web vídeos criticando algumas celebridades como Luciano Hulk e Rodrigo Faro, por suas posturas manifestadas na Campanha de aplausos em apoio aos profissionais da saúde. Profissionais estes que trabalham em ritmo excessivo por conta da pandemia do coronavírus, Eduardo Costa, também fez duras críticas ao presidente Jair Bolsonaro.

O cantor frisou que sempre demonstrou seu apoio a candidatura e ao exercício do governo Bolsonaro, mas requisitou do mandatário do país uma postura de reconhecimento e valorização, de quem são, no seu ponto de vista, os verdadeiros notáveis do país, assim sustentou.

“Meu querido Bolsonaro. Eu já falei tanto de você. Se quiser fazer uma coisa boa para esse país, Bolsonaro, faça o favor a seus eleitores: reconheça o valor dos heróis desse país”. E ainda destacou: ” Você sabe quem é herói nesse país? Herói no país é enfermeiro; é médico; é bombeiro; é polícia e professor. Dê autoridade para o professor”.

Anteriormente ele havia reiterado que a atitude dos artistas é muito cômoda e só serve para contentar seguidores. Com este posicionamento ainda acrescentou: ” Tem um monte de apresentar rico e com dinheiro sobrando, no conforto dos seus lares que estão batendo palmas. Hipócritas para um caralho […]. Vou falar para vocês: palminha não enche barriga”. Costa ressaltou então, que eles deveriam fazer uma campanha para arrecadar fundos para esses profissionais, mas não destacou qual seria a destinação.

O cantor sertanejo concluiu ainda mais uma vez a atitude dos apresentadores, dizendo que ” Bater palminha na frente da internet para fazer graça para seguidor, não adianta porcaria nenhuma […]. Isso não põe comida na mesa. Isso não (lhes) dá um carro bom. Isso não paga escola dos filhos deles, não”.

Segundo o Focalizando (SBT), o cantor fez uma doação nos últimos dias de R$ 2,5 milhões para o Sistema Único de Saúde (SUS).

*Com informações do Metrópoles

Comentários